A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Grupo armado sequestra mulheres e crianças na Síria

"A maioria das pessoas sequestradas é de mulheres e crianças", afirmou o presidente do Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), Rami Abdel Rahmane

Beirute - Um grupo armado sequestrou esta quinta-feira pelo menos 40 civis, a maioria mulheres e crianças, que estavam em um ônibus no noroeste da Síria, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

"A maioria das pessoas sequestradas é de mulheres e crianças", afirmou o presidente da organização, Rami Abdel Rahmane, que afirmou que estes civis vinham dos povoados de Al Foua e Kafraya, na província de Idleb (noroeste).

Tratam-se de povoados muçulmanos xiitas, enquanto a maioria dos rebeldes que combate o regime de Bashar al Assad seja sunita.

Segundo a OSDH, que não identificou o grupo armado, o ônibus seguia para Damasco.

A ONG, que se apóia em uma ampla rede de militantes e fontes médicas em hospitais civis e militares do páis, não pôde informar se as motivações dos sequestradores eram criminosas ou políticas.

Abdel Rahmane advertiu para o recrudescimento dos sequestros no norte da Síria, onde o exército regular é cada vez menos presente.

"Alguns tentam aproveitar a ausência de um poder centralizado", afirmou.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também