A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Governo colombiano e Farc acertam libertação de general

Partes chegaram a um acordo sobre as condições para libertar o general Rubén Darío Alzate e outras quatro pessoas sequestradas pelos rebeldes

Havana - O governo da Colômbia e as Farc chegaram a um acordo sobre as condições para libertar o general Rubén Darío Alzate e outras quatro pessoas sequestradas pelos rebeldes, segundo anunciaram nesta quarta-feira, em Havana, representantes de Cuba e Noruega, países fiadores do processo de paz.

"As libertações serão feitas o mais rápido possível", afirma o comunicado lido por Rodolfo Benítez, representante de Cuba, e Rita Sandberg, da Noruega, perante a imprensa.

Além do general Alzate, serão libertados o cabo Jorge Rodríguez e a advogada a serviço do Exército, Gloria Urrego, todos capturados no último domingo em uma zona conflituosa do departamento de Chocó, no oeste colombiano.

O acordo também inclui a libertação dos soldados César Rivera e Jonathan Díaz, sequestrados pelas Farc no dia 9 de novembro após um combate em Arauca, na fronteira leste com a Venezuela.

As condições para a libertação dessas cinco pessoas, que conta com a participação dos países fiadores e do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), serão similares "às estipuladas para outros tipos de operações realizadas no processo de paz".

Cuba e Noruega agradeceram em comunicado "a atitude construtiva" do governo da Colômbia e as Farc, e reiteraram seu "firme apoio" aos diálogos de paz, que nesta quarta-feira completaram dois anos desde que se iniciaram em Havana.

Os países fiadores disseram que "continuarão contribuindo em tudo o que for possível para conseguir um acordo final para o término do conflito e a construção de uma paz estável e duradoura na Colômbia".

O sequestro do general Alzate no domingo passado, o primeiro militar de alta patente capturado pelas Farc, provocou o maior momento de crise nas negociações e o presidente Juan Manuel Santos decidiu suspender os diálogos até a libertação do militar e de todos os sequestrados.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também