Governo britânico rejeita pedido de independência da Escócia

Sturgeon, líder do governo pró-independência da Escócia, disse que tem um novo mandato para convocar outra votação
Escócia: referendo foi negado (Simon Dawson/Bloomberg)
Escócia: referendo foi negado (Simon Dawson/Bloomberg)
R
ReutersPublicado em 19/12/2019 às 10:43.

Londres — O governo do Reino Unido rejeitou o pedido da primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, por um novo referendo de independência após o Brexit, alegando que a votação seria "uma distração prejudicial" e menosprezaria o resultado da consulta popular realizada cinco anos atrás.

Sturgeon, líder do governo pró-independência da Escócia, disse que tem um novo mandato para convocar outra votação depois de conquistar a maioria dos assentos escoceses na eleição geral do Reino Unido na semana passada.

"Um segundo referendo de independência no próximo ano seria uma distração prejudicial", disse o governo britânico em nota. "Isso menosprezaria o resultado da decisão do referendo de 2014 e a promessa feita ao povo escocês de que seria uma única votação".