Farc admitem que afetaram civis e assumirão responsabilidade

As Farc admitiram que suas ações afetaram a população civil, e reiterou que assumirão a responsabilidade junto às vítimas

Havana - As Farc admitiram nesta sexta-feira em Havana que suas ações afetaram a população civil ao longo do conflito na Colômbia, apesar de ela não ter sido "alvo principal nem secundário" desta guerrilha, a qual reiterou que assumirá a responsabilidade que lhe concerne junto às vítimas.

"Estamos conscientes de que nem sempre os resultados de nossas ações foram os previstos ou esperados, e assumimos suas consequências como não pode ser de outra maneira. As Farc assumirão a responsabilidade que lhe concerne", informou o grupo em comunicado divulgado pela equipe de paz da guerrilha.

A declaração, lida pelo guerrilheiro "Pablo Atrato" para a imprensa, sustenta que "é evidente" que como guerrilha as Farc "intervieram de maneira ativa" e "impactaram o adversário e de alguma maneira afetaram a população que viveu imersa na guerra".

No mesmo texto as Farc explicaram que, nos casos em que seus guerrilheiros descumpriram as normas e causaram "danos intencionais" a civis, foram adotadas "medidas sancionadoras" contra os responsáveis.

"Tornamo-nos expressamente responsáveis por todos e cada um dos atos de guerra executados por nossas unidades, conforme as ordens e instruções dadas por nosso comando e assumimos suas derivações", disse a guerrilha.

Com este pronunciamento, os negociadores das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) desenvolveram hoje o conjunto de "propostas mínimas" que apresentaram à imprensa nas últimas semanas, a propósito da discussão do tema das vítimas do conflito nos diálogos de paz.

O Governo colombiano e as Farc iniciaram em agosto a discussão desse assunto, quarto ponto abordado pela mesa após fecharem pré-acordos nos temas de terras, participação política e drogas ilícitas.

O processo de paz colombiano completará dois anos em novembro próximo e tem sede permanente em Havana.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.