Engenheiro norte-americano cria moto elétrica com uma roda só

Hoffmann levou cinco anos até que todos os ajustes fossem feitos e o modelo estivesse totalmente concluído

São Paulo – O engenheiro mecânico norte-americano Christopher Hoffmann inovou os modelos de motocicletas. A principal diferença da criação, chamada de Ryno, é o fato de possuir apenas uma roda. Além disso, a moto funciona com motor totalmente elétrico.

Hoffmann levou cinco anos até que todos os ajustes fossem feitos e o modelo estivesse totalmente concluído. A dificuldade inicial do projeto era conseguir uma estratégia para que a moto fizesse curvas, tendo apenas uma roda. Para resolver este problema o Ryno possui uma barra lateral que ao ser pressionada permite que a moto vire à direita ou esquerda.

Os testes mostraram que não é muito fácil manusear o equipamento em curvas muito fechadas. Em contrapartida, ela oferece muitos benefícios. Por ter tamanho reduzido, ela pode ser parada facilmente em qualquer lugar e ocupa menos espaço em meio ao trânsito.

Mesmo tendo somente uma roda, se equilibrar sobre o Ryno é fácil, sendo preciso apoiar os pés no chão apenas quando o veículo está totalmente parado, assim como acontece com as motocicletas tradicionais.

A moto de uma roda só é equipada com um pneu de largura 250 e pesa apenas 56 quilos. As primeiras versões estão custando 25 mil dólares e já tem fila de espera. Porém, Hoffmann espera conseguir popularizar uma versão por US$ 4 mil, com autonomia para rodar quase 30 quilômetros, com uma mesma bateria portátil.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.