Dirigente chinês inicia visita a Hong Kong

O presidente da Assembleia Nacional Popular é o dirigente chinês mais importante a visitar a ex-colônia britânica em quatro anos

Uma das principais autoridades da China iniciou nesta terça-feira uma visita marcada pela tensão a Hong Kong, onde o aumento do controle de Pequim sobre o território é observado com crescente mal-estar.

Zhang Dejiang, presidente da Assembleia Nacional Popular (ANP, o Parlamento chinês) e responsável pelas relações com Hong Kong, é o dirigente chinês mais importante a visitar a ex-colônia britânica em quatro anos.

A visita provocou protestos e críticas, em especial por conta do gigantesco dispositivo de segurança ao redor de Zhang Dejiang, o que pretende manter os manifestantes longe do dirigente chinês.

Vários grupos pró-democracia convocaram para quarta-feira um protesto contra a crescente influência de Pequim e alguns manifestantes afirmaram que pretendem superar os bloqueios das autoridades locais e se aproximar o máximo possível de Zhang Dejiang.

Apesar de a visita ser considerada uma tentativa de reduzir a tensão, com direito a reuniões com deputados pró-democracia, ativistas dos direitos humanos afirmam que o dispositivo de segurança "obstruirá" sua percepção da situação de Hong Kong.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.