Cruzeiro perde controle em Veneza e deixa ao menos 5 feridos; veja vídeos

Videos do momento da batida mostram o cruzeiro, aparentemente incapacitado de parar, acionando sua buzina enquanto batia no barco e na doca.

Veneza — Um enorme cruzeiro perdeu o controle por um problema no motor e colidiu neste domingo (02) contra o cais e contra um barco de turismo no momento em que iria atracar em Veneza, informou a imprensa italiana.

Os turistas, em terra, começaram a correr quando observaram o navio de 13 andares "MSC Opera" raspando o cais, com o motor fazendo um grande barulho, antes de colidir com um barco de turismo.

Videos do momento da batida mostram o cruzeiro, aparentemente incapacitado de parar, acionando sua buzina enquanto batia no barco e na doca.

Veneza é uma área muito popular para turismo e cruzeiros, especialmente durante o verão.

A colisão aconteceu às 08h30, horário local, no Giudecca Canal, passagem que leva à Praça de Sao Marco, no nordeste da cidade italiana.

Cinco pessoas ficaram levemente feridas no acidente, que aconteceu em São Basílio-Zattere, no Canal Giudecca de Veneza. Os feridos, que estavam a bordo do barco de turismo "River Countness", foram levados para o hospital.

O "Opera", que já apresentou problemas mecânicos em 2011 durante uma travessia pelo Báltico, tem capacidade para até 2.500 passageiros e possui um teatro, um salão de dança e um parque aquático para crianças.

"O navio MSC teve uma falha no motor, que o capitão informou imediatamente", declarou Davide Calderan, diretor da empresa de rebocadores responsável por acompanhar a embarcação até a amarração.

Os dois rebocadores que levavam o barco até Giudecca tentaram deter o cruzeiro, que ganhava velocidade, mas as correntes que o amarravam foram quebradas pela pressão, acrescentou Calderan, que disse que o motor da "MSC Opera" estava "bloqueado".

Discussão antiga

O acidente retomou a controvérsia em torno dos danos infligidos à cidade italiana e a seu frágil ecossistema pelos enormes navios de cruzeiro que navegam perto da costa.

"O que aconteceu no porto de Veneza é uma confirmação do que temos dito há algum tempo", tuitou o ministro italiano do Meio Ambiente, Sergio Costa. "Os navios de cruzeiro não devem navegar em frente ao Giudecca, temos trabalhado para movê-los por vários meses [...] e estamos próximos de uma solução", prometeu.

O ministro dos Transportes, Danilo Toninelli, acrescentou que o governo proporá uma "solução definitiva" até o final de junho.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.