Coronavírus foi um “desastre” para o Reino Unido, diz Boris Johnson

O primeiro ministro britânico, que teve covid-19, disse que o governo deve a todos os que morreram e sofreram estudar exatamente "o que deu errado e quando"

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, disse que a crise do coronavírus foi um desastre para o país e que, embora o governo vá analisar o que deu errado, não é hora de investigar os passos em falso.

“Isto foi um desastre”, disse Johnson à Rádio Times. “Não vamos medir as palavras, estou dizendo que isto foi um pesadelo total para o país e que o país passou por um choque profundo.”

Johnson, que teve Covid-19 e chegou a ser internado em uma unidade de tratamento intensivo, disse que o governo deve a todos os que morreram e sofreram estudar exatamente “o que deu errado e quando”.

“Entendo isso totalmente, e faremos isso. Acontece que acho que o momento não é justamente agora… quando todos estão esgotados, não acho que agora seja o momento de dedicar um quantidade enorme de tempo a tudo isso”.

“Mas estamos aprendendo lições o tempo todo”.

Indagado sobre seu principal assessor, Dominic Cummings, ele respondeu: “Dom é extraordinário.”

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.

Você já leu todo conteúdo gratuito deste mês.

Assine e tenha o melhor conteúdo do seu dia, talvez o único que você precise.

Já é assinante? Entre aqui.

Plano mensal Revista Digital

Plano mensal Revista Digital + Impressa

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

R$ 15,90/mês

R$ 44,90/mês

Plano mensal Revista Digital

Acesse ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

ASSINE

Plano mensal Revista Digital + Impressa

Acesse ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças + Edição impressa quinzenal com frete grátis.

ASSINE