Confrontos entre rebeldes e regime sírio matam 38 pessoas

Oito vítimas, todas civis, entre elas três menores e uma mulher, morreram nos bombardeios da aviação do exército sírio

Beirute - Pelo menos 38 pessoas morreram ontem nos confrontos e bombardeios entre facções rebeldes e as forças do regime de Bashar al- Assad em várias áreas da periferia de Damasco, informou nesta quinta-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Do total de mortos, 30, sendo que 18 eram combatentes de grupos islamitas, morreram em combates nas áreas de Guta Oriental e Ocidental, Dujania e Al Qalamoun.

As outras oito, todas civis, entre elas três menores e uma mulher, morreram nos bombardeios da aviação do exército sírio na cidade de Duma.

Durante as últimas semanas se intensificaram os combates em Duma e em outras áreas dos arredores da capital.

As forças do regime aumentaram os bombardeios contra essa cidade, um das fortificações rebeldes dos arredores da capital, de onde os insurgentes lançam bombas contra os bairros do interior de Damasco.

O número de mortos documentados e verificados no conflito armado na Síria desde março de 2011 até abril deste ano é de 191.369 pessoas, quase nove mil delas menores de idade, segundo a ONU. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.