Bombardeio do regime sírio deixa 16 mortos em Aleppo

Os ataques aéreos foram feitos contra os bairros de Al Salihin, Bab al-Nairab, Al Mariya e Yisr al Hajj

Beirute - Pelo menos 16 pessoas morreram, entre elas oito menores e três mulheres, nesta quinta-feira em um bombardeio feito pela aviação do regime do presidente sírio, Bashar al-Assad, na cidade de Aleppo, no norte da Síria, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Os ataques aéreos foram feitos contra os bairros de Al Salihin, Bab al-Nairab, Al Mariya e Yisr al Hajj.

Por outro lado, na província de Al Hasakah, pelo menos cinco pessoas morreram e várias ficaram feridas na explosão de um carro-bomba em um mercado da cidade de Al-Malikiyah, segundo a agência de notícias 'Sana', a oficial do país.

Uma fonte policial de Al Hasakah disse à agência que o ataque foi executado por um terrorista suicida que explodiu o veículo no local.

Os fatos coincidem com a realização da Convenção de Genebra, em que participam membros do regime sírio e da oposição e cujo objetivo é encontrar uma solução política para o conflito no país, que começou em março de 2011.

No segundo dia de conferência, o mediador internacional para a Síria, Lakhdar Brahimi, havia previsto se reunir hoje separadamente com as delegações que representam o governo e à oposição. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.