Bomba explode perto do gabinete do premiê da Somália

Uma bomba colocada em um veículo explodiu em Mogadíscio, perto do gabinete do primeiro-ministro somali, matando seu motorista

Mogadíscio - Uma bomba colocada em um veículo explodiu nesta sexta-feira em Mogadíscio, perto do gabinete do primeiro-ministro somali, matando seu motorista.

A vítima é um deputado somali, indicou à AFP um de seus colegas, Abdullahi Mussa. A explosão não causou danos para além do veículo.

Não está claro se havia outras pessoas no carro no momento da explosão.

O atentado não foi reivindicado, mas os islamitas somalis shebab têm multiplicado os ataques em Mogadíscio desde que foram expulsos da capital somali pela Força da União Africana, em agosto de 2011.

Ao menos oito pessoas foram mortas quinta-feira em um ataque contra um comboio das forças de segurança da região autônoma de Puntland, deliberadamente atingido por um carro-bomba que explodiu.

Em setembro de 2012, logo após a nomeação da nova Assembleia somali, os shebab ameaçaram "matar um por um todos os deputados da Somália (...) infiéis, cúmplices da ocupação do seu país" por forças estrangeiras, em referência à AMISOM e a uma força expedicionária etíope que apoia as forças de segurança somalis.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.