Mundo

Barroso, da UE, considera 'histórica' eleição de Dilma

Presidente da Comissão Europeia aproveitou para convidar a presidente eleita para uma nova visita ao bloco

José Manuel Durão Barroso: o Brasil é o país que recebe mais investimentos diretos da UE (Junko Kimura/Getty Images)

José Manuel Durão Barroso: o Brasil é o país que recebe mais investimentos diretos da UE (Junko Kimura/Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 1 de novembro de 2010 às 16h09.

Bruxelas - O presidente da Comissão Europeia (CE), José Manuel Durão Barroso, parabenizou nesta segunda-feira a presidente eleita do Brasil, Dilma Rousseff, e destacou o "significado histórico" da escolha da primeira mulher para governar o país.

Em carta, Barroso recorda que recebeu a vencedora do pleito em Bruxelas em junho, quando ainda era candidata, e convida Dilma para uma nova visita, agora como chefe de Estado.

"O Brasil é um lugar estratégico de primeira importância para a União Europeia. Compartilhamos valores comuns e objetivos estratégicos, tanto no que diz respeito a questões econômicas e financeiras, quanto na mudança climática e na liberalização do comércio mundial", assegura Barroso.

"É bom para a União Europeia (UE) um Brasil forte, capaz de contribuir para a resolução dos problemas globais, para uma estabilidade e prosperidade da América Latina e para um aumento das nossas relações bilaterais", acrescenta.

O Brasil, parceiro estratégico da UE desde 2007, é também o país da América Latina que recebe mais investimentos europeus diretos, algo em torno de 87 bilhões de euros.

Acompanhe tudo sobre:Dilma RousseffEleiçõesEleições 2010EuropaPersonalidadesPolítica no BrasilPolíticosPolíticos brasileirosPT – Partido dos TrabalhadoresUnião Europeia

Mais de Mundo

'Tome chá de camomila', diz Maduro após Lula se preocupar com eleições na Venezuela

Maduro deve aceitar resultado das eleições se perder, diz ex-presidente argentino

Macron só vai nomear primeiro-ministro após Jogos Olímpicos

Religiosos de vilarejo indiano onde avô de Kamala Harris viveu rezam por vitória da democrata

Mais na Exame