A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Autoridade de saúde dos EUA se diz confiante sobre ebola

Diretor do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA disse estar confiante de que o surto de ebola do oeste da África pode ser controlado

Washington - O diretor do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos disse nesta terça-feira estar "confiante" de que o surto de ebola que atinge o oeste da África poderá ser controlado, mas que "nós não estamos de jeito nenhum livres do perigo".

Falando durante um café da manhã em Washington com autoridades da área de saúde e parlamentares, o doutor Tom Frieden afirmou ser vital que todos os casos da doença sejam eliminados.

"Continuo confiante de que podemos chegar a zero casos nessa epidemia se continuarmos no caminho que estamos e se nada de inesperado ocorrer”, afirmou ele.

Enquanto disse ter visto uma melhora "incrível" nos esforços para combater a doença, ele afirmou que a recuperação é irregular e frágil e que vai continuar assim até a erradicação de todos os casos.

"O maior risco é a doença continuar a se espalhar a baixos índices, o que significa que ela poderia voltar com força a qualquer momento”, declarou. “Temos que chegar a zero e ficar no zero, e isso vai exigir monitoramento e vigilância.”

A epidemia de ebola já matou 8.371 pessoas de um número estimado de casos conhecidos de 21.171 somente na Libéria, Serra Leoa e Guiné, de acordo com os últimos dados da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também