Assad diz que pedidos ocidentais para que deixe o poder não têm valor

Declaração do presidente sírio foi feita na televisão estatal

Damasco - O presidente sírio Bachar al-Assad afirmou neste domingo que os pedidos ocidentais para que deixe o poder são sem valor, em declarações à televisão estatal.

"Nós dizemos a eles que suas palavras são sem valor", declarou Assad.

"Essas declarações não deveriam ser feitas sem um presidente que foi escolhido pelo povo sírio e que não foi colocado no gabinete pelo Ocidente, um presidente que não foi feito nos Estados Unidos".

Na quinta-feira, presidente Barack Obama e seus aliados ocidentais exigiram a saída do presidente sírio, e defenderam a adoção de fortes sanções contra Damasco, incluindo um congelamento de bens e a proibição de investimentos dos EUA na Síria.

Grã-Bretanha, França, Alemanha e Portugal confirmaram que buscariam uma resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas contra a Síria, por sua letal repressão aos protestos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.