Armstrong é alvo de inquérito por obstrução da Justiça

Após um longo tempo negando o doping, inclusive diante de agentes federais, o ex-ciclista de 41 anos acabou confessando ter usado substâncias proibidas

	Lance Armstrong: em outubro de 2012, o americano teve seus sete títulos na Volta da França (1999-2005) cassados
 (Reuters)
Lance Armstrong: em outubro de 2012, o americano teve seus sete títulos na Volta da França (1999-2005) cassados (Reuters)
Por Da RedaçãoPublicado em 06/02/2013 19:26 | Última atualização em 06/02/2013 19:26Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Washington - O ex-ciclista Lance Armstrong é investigado por meio de um inquérito federal do governo americano por "obstrução da Justiça, suborno de testemunhas e intimidação", revelou nesta quarta-feira o canal ABC News, que citou uma fonte anônima ligada ao caso.

Na terça-feira, o promotor Andre Birotte, que abandonou em fevereiro outro inquérito contra Armstrong, tinha anunciado que a justiça americana não pretendia levar o caso adiante apesar de o ex-atleta ter confessado o recurso ao doping numa entrevista concedida à apresentadora Oprah Winfrey após ter negado o ocorrido durante anos.

"Birotte não fala em nome das autoridades federais. O inquérito ao qual estou me referindo está sendo conduzido por outro departamento", explicou a fonte citada pela ABC News.

"Estamos cientes das recentes declarações de Armstrong, mas isso não mudou a minha opinião sobre este caso", havia afirmado Birotte para justificar sua intenção de não processar o ex-ciclista.

Após um longo tempo negando o doping, inclusive diante de agentes federais, o ex-ciclista de 41 anos acabou confessando ter usado substâncias proibidas durante toda sua carreira na entrevista a Oprah, que foi ao ar no dia 17 de janeiro.


Essas confissões levantaram várias questões jurídicas. Além de correr o risco de ser processado por perjúria, Armstrong poderá ser levado a reembolsar prêmios das suas vitórias e valores recebidos por meio de patrocínios.

Em outubro de 2012, o americano teve seus sete títulos na Volta da França (1999-2005) cassados e foi banido para sempre do esporte por ter participado, de acordo com a Agência Americana Antidoping (Usada), do "esquema de doping mais sofisticado da história".

Seu ex-companheiro de equipe Tyler Hamilton, que publicou recentemente um livro no qual fornece detalhes sobre esse esquema, chegou a declarar numa entrevista ao canal americano CBS que Armstrong tentou intimidá-lo num bar em 2011.

"Eu olhei para trás e me deparei com Lance Armstrong. Ele me perguntou quanto o canal tinha me pago para dar a entrevista e me falou: 'Vamos fazer da sua vida um inferno, tanto diantes dos juízes quanto lá fora", revelou Hamilton no mês passado.