Armênia dá € 700 mil a atleta que conquistar ouro olímpico

Prêmio é soma de valores oriundos do governo, do Comitê Olímpico Armênio e do presidente do Comitê, Gagik Tsarakuyan
Medalhas dos Jogos Olímpicos de Londres: a Armênia só conquistou um ouro olímpico até hoje, em luta (HO/AFP)
Medalhas dos Jogos Olímpicos de Londres: a Armênia só conquistou um ouro olímpico até hoje, em luta (HO/AFP)
D
Da RedaçãoPublicado em 23/07/2012 às 13:26.

Erevan - A Armênia decidiu oferecer um prêmio muito alto ao atleta de seu pequeno país que conquistar um ouro nos Jogos Olímpicos de Londres (27 de julho-12 de agosto), com 700 mil euros prometidos pelo governo, pelo Comitê Olímpico nacional e por um rico empresário.

O governo se comprometeu a pagar 100 mil dólares (82.600 euros) por um título olímpico, o Comitê Olímpico Armênio 50 mil dólares e o presidente do Comitê, Gagik Tsarakuyan, que também é político e empresário, prometeu acrescentar de seu próprio bolso 700 mil dólares, chegando a um total de 850 mil dólares (700 mil euros).

Tsarukyan já havia prometido uma recompensa similar nos Jogos Olímpicos de Pequim-2008, mas nenhum dos atletas nacionais que participaram da competição na capital chinesa conseguiu subir ao lugar mais alto do pódio. A Armênia conquistou em 2008 seis medalhas de bronze.

Desde sua primeira participação como país independente, em Atlanta-1996, a Armênia só conquistou um ouro olímpico, em luta.

Um país vizinho, Azerbaijão, continua sendo generoso com os prêmios por um ouro olímpico, já que o prêmio por um título em Londres seria de 640.000 euros, seguido de Cingapura (575.000 euros), Taiwan (328.000), Malásia (313.000) e Quirguistão (164.000 euros).