Anistia Internacional denuncia uso excessivo da força na UE

A organização de defesa dos direitos humanos Anistia Internacional denunciou ainda a falta de punição contra os responsáveis pelos abusos

Londres – A organização de defesa dos direitos humanos Anistia Internacional (AI) denunciou nesta quinta-feira a utilização excessiva da força por parte da polícia durante as manifestações pacíficas contra os planos de austeridade nos países da União Europeia e a falta de punição contra os responsáveis pelos abusos.

A AI não apenas criticou o uso excessivo da força contra os manifestantes e jornalistas, como também as prisões arbitrárias e a dificuldade de acesso ao atendimento médico.

A organização, que denunciou as agressões em Bucareste, Madri e Atenas, exigiu dos governos uma investigação dessas violações aos direitos humanos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

ATENÇÃO: Mudança na sua assinatura da revista EXAME. A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos apenas uma edição por mês. Saiba mais