Fenapro se posiciona contra tema da redação do Enem

Para federação, questão é extremamente complexa e não deveria ser tratada como fosse um tema de conhecimento geral dos estudantes

São Paulo - A Fenapro – Federação Nacional das Agências de Propaganda considerou a escolha do tema da publicidade infantil, para a redação do Enem, um equívoco da parte dos organizadores da prova e, consequentemente do MEC, por se tratar de uma questão extremamente complexa e que não deveria ser tratada como fosse um tema de conhecimento geral dos estudantes.

"A publicidade infantil é um dos temas que estão em análise no Congresso, entre os cerca de 560 projetos que interferem no universo da atividade publicitária", destacou o presidente da Fenapro, Glaucio Binder.

"Trata-se de um tema da maior profundidade para a atividade publicitária inclusive para a própria economia brasileira, e requer no mínimo uma noção do que é comunicação social", afirma o presidente da Fenapro, ao destacar que, por sua importância e seu impacto sobre os negócios, o tema não deveria ser utilizado desta forma, como se fosse uma questão de conhecimento geral.

"O risco é o Enem induzir à formação de opinião sem base suficiente sobre uma matéria complexa", acrescenta.

A preocupação com os projetos de lei que cerceiam a liberdade de expressão comercial levou a Fenapro, em outubro último, a divulgar a Carta do Rio pela Liberdade de Expressão Comercial, documento que teve ampla repercussão junto a diversos segmentos da sociedade, e que será entregue aos parlamentares recém-eleitos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.