Invest

Vale tem lucro de US$ 2,83 bilhões no 3º tri, queda anual de 36%

Mineradora anunciou pagamento de dividendos e juros sobre capital próprio de R$ 10,5 bilhões referentes ao resultado

 (Ricardo Teles/Divulgação)

(Ricardo Teles/Divulgação)

Beatriz Quesada
Beatriz Quesada

Repórter de Invest

Publicado em 26 de outubro de 2023 às 18h45.

Última atualização em 26 de outubro de 2023 às 18h52.

A mineradora Vale (VALE3) apresentou um lucro líquido de US$ 2,836 bilhões no terceiro trimestre, queda de 36% frente aos US$ 4,45 bilhões apurados no mesmo período do ano passado. Em comparação trimestral, o lucro da Vale subiu 217% contra os US$ 892 milhões registrados na janela entre abril e junho.

A companhia teve uma receita líquida de US$ 10,62 bilhões, alta de 6,9% na comparação anual.

Já o Ebitda (Lucro Antes dos Juros, Impostos, Depreciação e Amortização, na sigla em inglês) ajustado, foi de US$ 4,17 bilhões, alta de 13,9% frente ao mesmo período do ano anterior. Na comparação trimestral, os ganhos foram de 7,8%.

"Continuamos avançando significativamente em nossas prioridades estratégicas e de negócios. Em Soluções de Minério de Ferro, estamos no caminho para atingir o guidance, com o aumento da produção até o momento, melhora na qualidade média e redução do gap entre produção e vendas no trimestre", afirmou

Produção e vendas da Vale no 3º tri

Em seu relatório de produção e vendas divulgado na última semana, a Vale já havia adiantado uma produção menor na comparação anual acompanhada de aumento de vendas

A forte base de comparação do terceiro trimestre de 2022 trouxe como efeito, em 2023, queda de 4% na produção de minério de ferro, principalmente relacionada à menor disponibilidade de Run of Mine (ROM) nos complexos de Paraopeba e de Serra Norte. Nos três meses encerrados em setembro, foram produzidas 86,24 mil toneladas. 

As vendas de minério de ferro somaram 69,7 mil toneladas, aumento de 6,6% em relação ao terceiro trimestre do ano passado. O preço ficou em US$ 105,1 por tonelada, alta de 13,5% na comparação anual — também em linha com as estimativas de analistas.

A produção de cobre aumentou 10% na comparação anual, totalizando 81,6 mil toneladas. O aumento veio principalmente em razão do ramp-up de Salobo III, com o complexo atingindo em setembro o maior nível de produção mensal desde julho de 2019. 

As vendas de cobre foram de 73,8 mil toneladas, aumento de 4,7% na comparação anual. O preço do cobre foi de US$ 7,7 por tonelada, aumento de 16% em relação ao mesmo período do ano passado.  

A companhia projeta que, até o fim do ano, deverá produzir de 315 mil a 325 mil toneladas de cobre, reduzindo as estimativas anteriores, que apontavam para 335 mil a 370 mil toneladas.

Vale distribui R$ 10,5 bi em dividendos e JCP

Antes do balanço, a Vale anunciou ainda que irá pagar R$ 8,276 bilhões em juros sobre capital próprio (JCP) referentes ao resultado da companhia no segundo trimestre deste ano. 

O acionista receberá R$ 1,917008992 por ação.

Veja também

Acompanhe tudo sobre:ValeBalanços

Mais de Invest

Investidores da Tesla são aconselhados a votar contra bonificação de US$ 56 bi para Musk

Veja o resultado da Mega-Sena, concurso 2729; prêmio é de R$ 47 milhões

As despesas médicas que podem ser deduzidas na declaração do Imposto de Renda

Auxílio Reconstrução de R$ 5,1 mil: moradores do RS devem confirmar dados a partir de segunda-feira

Mais na Exame