Simpar (SIMH3) compra Grupo Green por R$ 128 milhões

A compra foi realizada pela Simpar através da Automob, subsidiária que atua no segmento de automóveis
 (Divulgação/Divulgação)
(Divulgação/Divulgação)
Carlo Cauti
Carlo CautiPublicado em 30/05/2022 às 10:52.

A Simpar (SIMH3) anunciou nesta segunda-feira (30) a compra da rede de concessionárias Grupo Green por R$ 128 milhões.

A compra foi realizada pela Simpar através da Automob, subsidiária que atua no segmento de automóveis.

O Grupo Green, cujo nome empresarial é Hamsi Empreendimentos S/S Ltda, é uma holding que controla as operações de uma série de concessionárias da Volkswagen, Peugeot e Citröen.

O faturamento do Grupo Green em 2021 foi de R$ 418 milhões, com um lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) de R$ 39 milhões e um lucro líquido de R$ 24 milhões.

O Grupo Green negociou 3,2 mil veículos no ano passado, com um tíquete médio de R$ 138 mil para novos e R$ 56 mil para seminovos.

A Automob faturou em 2021 R$ 4,6 bilhões.

Com a aquisição, foram acrescentadas 9 lojas ao portfólio da Automob, sendo

  • 4 da Volkswagen
  • 3 da Peugeot
  • 2 da Citröen

O pagamento será realizado 80% em dinheiro e 20% em ações.

Com isso, a Família Saddi, atuais proprietária do Grupo Green, vai obter equivalente a 1,62% capital social da Automob.

A transação ainda depende de aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Outra compra para a Simpar (SIMH3)

No final de 2021 a Simpar comprou outra rede de concessionárias, dessa vez no Maranhão.

A compra de 100% da Sagamar, rede de concessionárias do grupo Saga, adicionou à Simpar 12 lojas em São Luís, capital do estado.

A aquisição também foi feita através de uma controlada da Simpar, a Original Holding.

O pagamento da compra da Sagamar foi feito 51% em dinheiro e 49% em ações da Original Holding.

A Sagamar faturou R$ 707 milhões em 2021.

No final de 2021, a Simpar tinha anunciado que iria investir entre R$ 10 bilhões a US$ 12 bilhões nos negócios do grupo que envolvem as empresas JSL (JSLG3), Movida (MOVI3), Vamos (VAMO3), CS Brasil, CS Infra, Original e BBC Leasing & Conta Digital.

As ações da Simpar caíram 7,54% no último ano, fechando em R$ 12,01.