Hapvida compra operadora de planos de saúde Sistemas e desiste da Plamed

Aquisição de R$ 120 milhões deve contribuir para verticalização da companhia em São Paulo
Hapvida: aquisição foi realizada por meio da subsidiária NotreDame Intermédica (Hapvida/Divulgação)
Hapvida: aquisição foi realizada por meio da subsidiária NotreDame Intermédica (Hapvida/Divulgação)
Beatriz Quesada
Beatriz Quesada

Publicado em 05/10/2022 às 19:03.

Última atualização em 05/10/2022 às 19:17.

A operadora de saúde Hapvida (HAPV3) anunciou nesta quarta-feira, 5, mudanças em seus planos de aquisição. A compra do plano de saúde Plamed foi cancelada, e a companhia anunciou a aquisição da Sistemas, operadora de plano de saúde localizada em São Paulo, por meio de sua subsidiária NotreDame Intermédica

A nova operação irá custar R$ 120 milhões e, segundo a Hapvida, irá acelerar os planos de verticalização da empresa, cujo objetivo é oferecer negócios em toda a cadeia de produção de saúde, desde uma rede própria até o plano de saúde. 

A Sistemas reúne cerca de 77 mil beneficiários localizados, majoritariamente, na capital de São Paulo e em demais cidades da região metropolitana, como Osasco, Guarulhos, Embu e Cotia. A empresa é uma operadora de saúde de baixo custo que, segundo a Hapvida, apresentou uma receita líquida de aproximadamente R$ 79 milhões nos 12 meses anteriores a julho deste ano.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia

O cancelamento com a Plamed, por outro lado, já havia sido adiantado pela manhã, em despacho do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) no Diário Oficial da União. O negócio com a operadora de saúde de Aracaju, em Sergipe, havia sido anunciado em 2019 por R$ 57,5 milhões, mas foi barrada pelo Tribunal do Cade no ano passado.

O órgão antitruste argumentou que havia concentração de mercado, e condicionou a aprovação do acordo à venda de ativos. A proposta foi reapresentada ao Cade, mas hoje as companhias anunciaram ter desistido da operação.

Vale dizer que a aquisição da Sistemas também está condicionada à aprovação dos órgãos reguladores.