Facebook dispara mais de 10% após resultado do 1º tri

Usuários diários ativos na rede social cresceu 4%; lucro por ação superou as estimativas do mercado
CEO do Meta, Mark Zuckerberg descreve como "sólido" o crescimento da companhia. Metaverso está entre uma das novas apostas da empresa; veja (Stephen Lam/Reuters)
CEO do Meta, Mark Zuckerberg descreve como "sólido" o crescimento da companhia. Metaverso está entre uma das novas apostas da empresa; veja (Stephen Lam/Reuters)
Por Fernanda BastosPublicado em 28/04/2022 11:58 | Última atualização em 28/04/2022 11:59Tempo de Leitura: 2 min de leitura

As ações da Meta, dona do Facebook, disparam mais de 10% nesta quinta-feira 28, após a divulgação do resultado do primeiro trimestre.

  • META (FB): +10,79% em US$ 193,82 

O lucro por ação da Meta saltou de US$ 2,74 no mesmo período de 2021 para US$ 3,34.  

O grupo de aplicativos do Facebook, que inclui o aplicativo homônimo, o Instagram e o WhatsApp, teve uma receita total de US$27,908 bilhões. Valor um pouco acima do mesmo trimestre de 2021, que alcançou US$ 26,171 bilhões – gerando um crescimento anual de 7%.

“Fizemos progressos neste trimestre em várias das principais prioridades da empresa e continuamos confiantes nas oportunidades a longo prazo e crescimento que nosso roteiro de produtos irá desbloquear”, disse Mark Zuckerberg, fundador e CEO da Meta.

Uma das grandes apostas da companhia tem sido investir em pesquisas para desenvolver o metaverso, ambiente virtual imersivo que tem gerado curiosidade.

Em termos de usuários diários ativos nas redes (Daily Active Users), só o Facebook contou com uma média de 1,96 bilhão para março de 2022, um aumento de 4% em relação ao ano anterior. Já para o segundo trimestre, a rede social prevê uma receita entre US$ 28 bilhões e US$ 30 bilhões.

“Mais pessoas usam nossos serviços hoje do que nunca, e estou orgulhoso de como nossos produtos estão servindo pessoas ao redor do mundo”, afirmou o CEO.