Acompanhe:

Cainiao, divisão logística do Alibaba (BABA34), abre sede para América Latina no Brasil

A empresa abriu um centro de distribuição logística que vai permitir atender mais de mil cidades brasileiras

Alibaba (BABA34) (Aly Song/File Photo/Reuters)

Alibaba (BABA34) (Aly Song/File Photo/Reuters)

Carlo Cauti
Carlo Cauti

14 de novembro de 2022, 08h51

O Alibaba (BABA34) anunciou nesta segunda-feira, 14, que o Cainiao, sua divisão de operações de logística, abriu sua sede para a América Latina em São Paulo.

A expansão ocorre em um momento em que o crescimento do varejo da China desacelera, como o Alibaba que, pela primeira vez em sua história, não divulgou as vendas totais do Dia dos Solteiros, tradicional momento de pico de faturamento.

O objetivo do grupo fundado por Jack Ma parece ser aumentar a presença internacional. A plataforma de comércio eletrônico da empresa, AliExpress, voltou-se recentemente para a Coréia do Sul e para o Brasil, além de estar tentando há anos uma entrada no mercado da União Europeia (UE).

Cainiao vai aumentar a presença do Alibaba (BABA34) no Brasil

O Cainiao é responsável para o envio da maioria dos pedidos do AliExpress da China para o Brasil. Segundo a Alibaba, a divisão de logística opera oito voos fretados por semana entre os países e quer contribuir para que produtos brasileiros, como café e frutas, possam chegar com mais facilidade ao mercado chinês.

No total, cerca de 6% do faturamento da Alibaba é produzido pelo Cainiao. Os resultados trimestrais do gigante chinês do varejo eletrônico serão divulgados nesta quinta-feira, 16.

Cainiao também trabalha com empresa brasileiras, com um centro de triagem próprio que foi instalado no Brasil, podendo cobrir mais de mil cidades e entregas em até um dia em São Paulo e alguns outros locais.

A Cainiao informou que nos próximos três anos, planeja instalar mais mil centros de armazenamento logístico em 10 cidades do Brasil para entrega de pacotes e alimentos. A empresa também salientou que pretende lançar mais nove centros de distribuição em sete estados do Brasil.