Criador da Cardano critica doge e shiba e diz como avaliar uma criptomoeda

Charles Hoskinson diz que criptomoedas-meme não têm fundamentos nem utilidade e cita pontos que ele acredita serem fundamentais em uma criptomoeda com boas perspectivas
Charles Hoskinson criou a rede Cardano (Aleksandra Malysheva/Getty Images)
Charles Hoskinson criou a rede Cardano (Aleksandra Malysheva/Getty Images)
Por Gabriel RubinsteinnPublicado em 22/11/2021 11:39 | Última atualização em 22/11/2021 11:39Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Charles Hoskinson, criador da Cardano, uma das cinco maiores redes blockchain do mundo junto com Bitcoin, Ethereum, Binance Smart Chain e Solana, criticou as criptomoedas-meme como dogecoin e shiba inu por sua falta de utilidade e deu dicas para investidores sobre como identificar criptomoedas promissoras.

Em um vídeo no seu canal do YouTube, Hoskinson falou sobre as criptomoedas baseadas em cachorros ou memes (ou ambos): "(...) temos a dogecoin, a shiba inu. Elas acumularam dezenas de bilhões de dólares em valor de mercado, mas não existe uma utilidade real para o usuário além do fato de terem suas comunidades por trás", afirmou.

"Os entusiastas desses projetos vão argumentar que essas comunidades, por si só, representam o valor dos projetos e isso é tudo o que você precisa. Mas pessoas 'old school' como eu vão dizer que você precisa ter fundamentos reais, transações reais, negociações reais, potencial de utilidade, um caminho e uma visão de como essas coisas vão funcionar no mundo, mudar o mundo", completou.

Para Charles Hoskinson, os retornos absurdamente altos de alguns criptoativos criaram uma expectativa irreal em parte dos investidores. "Todos os anos, veremos milhares de lançamentos de projetos relacionados aos criptoativos, independentemente das condições econômicas globais. Isso também criou uma distorção das expectativas de retorno. Muitos órgãos regulatórios já alertaram sobre isso. Não é realista esperar que algo suba 100 vezes ou coisa do tipo todos os anos. Simplesmente não é possível. A matemática não funciona assim".

Segundo ele, essas expectativas ajudaram a desenvolver hábitos ruins nos investidores do mercado cripto: "As pessoas desenvolveram visões nada saudáveis sobre investimentos de longo prazo e sobre de onde vem o valor dos projetos. Muita gente comprou a Teoria do Mais Tolo [que diz que você pode ganhar dinheiro com um ativo sobrevalorizado porque sempre haverá alguém mais tolo para pagar ainda mais por ele] de comprar rápido, vender rápido e de alguma forma ter uma vida incrível".

Queda no preço do ADA

Apesar de uma forte alta ao longo de 2021, com a perspectiva de que novas atualizações transformaria a rede Cardano em uma forte concorrente para a rede Ethereum, a criptomoeda nativa da rede, também chamada cardano e conhecida pelo ticker ADA enfrente queda acentuada nas últimas semanas.

A criptomoeda ainda acumula mais de 920% de ganhos no ano, mas nos últimos 30 dias as perdas chegam a quase 20%. Para Hoskinson, entretanto, ao invés de preocupar com o recente fluxo vendedor, os investidores do ativo deveria ficar tranquilos.

"Ultimamente, tenho visto um número usual de pessoas que estão obsessivas com preço. Parece uma total falta de perspectiva", disse, acrescentando que as pessoas deveriam "se acalmar" e "relaxar".

Em contraponto ao que falou sobre as criptomoedas-meme, afirmou que a rede Cardano oferece uma solução real e pode ter benefícios concretos no médio e no longo prazos. "Se você olhar para uma perspectiva de cinco anos, 10 anos, 15 anos, 20 anos, nós realmente sentimos que existem uma possibilidade grande da Cardano estar por trás da infraestrutura tecnológica de vários países".

No momento, o ADA é negociado a cerca de US$ 1,80, 41% abaixo da máxima histórica de US$ 3,10 registrada em setembro.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube