• AALR3 R$ 20,15 -0.74
  • AAPL34 R$ 67,35 -0.01
  • ABCB4 R$ 16,54 -0.66
  • ABEV3 R$ 14,00 -0.92
  • AERI3 R$ 3,57 -1.11
  • AESB3 R$ 10,86 2.26
  • AGRO3 R$ 30,93 -0.58
  • ALPA4 R$ 21,43 2.88
  • ALSO3 R$ 19,02 0.05
  • ALUP11 R$ 27,10 -0.77
  • AMAR3 R$ 2,52 5.00
  • AMBP3 R$ 31,00 2.31
  • AMER3 R$ 21,89 -4.33
  • AMZO34 R$ 65,21 2.26
  • ANIM3 R$ 5,47 2.05
  • ARZZ3 R$ 79,20 -0.75
  • ASAI3 R$ 15,65 -1.57
  • AZUL4 R$ 20,07 -3.00
  • B3SA3 R$ 11,89 -1.08
  • BBAS3 R$ 37,43 -0.98
  • AALR3 R$ 20,15 -0.74
  • AAPL34 R$ 67,35 -0.01
  • ABCB4 R$ 16,54 -0.66
  • ABEV3 R$ 14,00 -0.92
  • AERI3 R$ 3,57 -1.11
  • AESB3 R$ 10,86 2.26
  • AGRO3 R$ 30,93 -0.58
  • ALPA4 R$ 21,43 2.88
  • ALSO3 R$ 19,02 0.05
  • ALUP11 R$ 27,10 -0.77
  • AMAR3 R$ 2,52 5.00
  • AMBP3 R$ 31,00 2.31
  • AMER3 R$ 21,89 -4.33
  • AMZO34 R$ 65,21 2.26
  • ANIM3 R$ 5,47 2.05
  • ARZZ3 R$ 79,20 -0.75
  • ASAI3 R$ 15,65 -1.57
  • AZUL4 R$ 20,07 -3.00
  • B3SA3 R$ 11,89 -1.08
  • BBAS3 R$ 37,43 -0.98
Abra sua conta no BTG

Corretora de criptomoedas é a nova patrocinadora do Brasileirão 2022

Binance, que já patrocina o Paulistão, anunciou parceria com a CBF para ser patrocinadora exclusiva do setor cripto em quatro competições organizadas pela entidade, entre elas o Brasileirão
Além do recém-anunciado acordo com a CBF, Binance patrocina o Paulistão e o Santos Futebol Clube (Getty Images/Pedro Vilela)
Além do recém-anunciado acordo com a CBF, Binance patrocina o Paulistão e o Santos Futebol Clube (Getty Images/Pedro Vilela)
Por Gabriel MarquesPublicado em 09/05/2022 15:32 | Última atualização em 09/05/2022 15:32Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Estreitando os laços do futebol com os criptoativos, a Binance, uma das maiores corretoras cripto do mundo, foi anunciada como nova patrocinadora do Brasileirão, um dos principais campeonatos do esporte no país. Além do campeonato principal, chamado de Brasileirão Assaí, a corretora também é a apoiadora cripto exclusiva de três campeonatos femininos associados – o Brasileirão Feminino Neoenergia, e os femininos A-2 e A-3.

A parceria, que deve durar pelo menos três anos, vai contemplar a associação do nome da corretora com o campeonato, assim como planos de desenvolvimento de fan tokens, NFTs e outros projetos não especificados no anúncio oficial realizado nesta segunda-feira, 9.

(Mynt/Divulgação)

“A indústria vem mudando constantemente no ecossistema digital e tecnológico. As torcidas do País do Futebol já estão se engajando no mundo de fan tokens e NFTs e, neste cenário, é um grande avanço e um passo inovador ter essas competições Brasileirão Assaí, Brasileirão Feminino Neoenergia, Brasileirão Feminino A-2 e Brasileirão Feminino A-3] associados à Binance, um gigante global desse mercado. Para nós é uma parceira estratégica para entender cada vez mais o perfil dos torcedores brasileiros e conectá-los com as competições”, afirma o diretor Comercial e de Marketing da CBF, Lorenzo Perales.

“O esporte é um importante motor de inclusão na sociedade. E sendo o futebol fortemente ligado à identidade e a cultura brasileiras, nossa parceria com a CBF é importante para ajudar a expandir a adoção de cripto e gerar impacto positivo para nossos usuários, a comunidade cripto e de blockchain, e a sociedade como um todo no Brasil”, diz Changpeng Zhao, fundador e CEO da Binance, que já é patrocinadora do campeonato Paulistão Sicredi e do Santos Futebol Clube.

A relação do esporte com os criptoativos é uma das mais importantes na expansão do setor. A corretora Crypto.com, por exemplo, é uma das maiores patrocinadoras da Fórmula 1, assim como a FTX, de Sam Bankman-Fried. No futebol, mais especificamente, uma das parcerias mais significativas foi anunciada na semana passada – a rede de blockchain Algorand se tornou patrocinadora da Copa do Mundo Fifa, que acontece no Catar no final deste ano.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok

Veja Também

Bitcoin esboça reação, mas ainda se mantém abaixo de US$ 30 mil
Future of Money
Há 10 horas • 3 min de leitura

Bitcoin esboça reação, mas ainda se mantém abaixo de US$ 30 mil

A16z quer aproveitar queda do mercado cripto e lança fundo de US$ 4,5 bi
Future of Money
Há 11 horas • 3 min de leitura

A16z quer aproveitar queda do mercado cripto e lança fundo de US$ 4,5 bi

9 grandes empresas brasileiras que decidiram apostar nas criptomoedas
Future of Money
Há 11 horas • 6 min de leitura

9 grandes empresas brasileiras que decidiram apostar nas criptomoedas