Future of Money

Bitcoin terá "evento do ano": especialistas veem halving com otimismo e projetam disparada de preço

Halving do bitcoin é um dos eventos mais aguardados por investidores, e ocorre apenas uma vez a cada quatro anos; saiba a opinião de especialistas otimistas

 (Reprodução/Reprodução)

(Reprodução/Reprodução)

Mariana Maria Silva
Mariana Maria Silva

Repórter do Future of Money

Publicado em 12 de abril de 2024 às 19h15.

Última atualização em 16 de abril de 2024 às 17h17.

O halving do bitcoin está cada vez mais próximo e deve ocorrer ainda nesta semana. O evento, que ocorre apenas uma vez a cada quatro anos, é responsável por cortar a emissão do bitcoin pela metade, o tornando ainda mais escasso. Historicamente, isso costuma impulsionar o preço da criptomoeda para novas máximas. Agora, no entanto, o tema divide opiniões de especialistas que vão desde os mais otimistas até os mais cautelosos.

Em 2024, o bitcoin já teve máximas históricas consecutivas após a aprovação dos primeiros ETFs de bitcoin à vista nos EUA e a expectativa pelo halving só aumentou desde então. Anteriormente, diversos especialistas já compartilharam previsões de que o bitcoin pode chegar a US$ 150 mil ainda este ano. Sua última máxima histórica, em março, foi de US$ 73 mil. Naquela cotação, o preço do bitcoin já havia se multiplicado cerca de 1,4 milhão de vezes desde 2010.

  • Uma nova era da economia digital está acontecendo bem diante dos seus olhos. Não perca tempo nem fique para trás: abra sua conta na Mynt e invista com o apoio de especialistas e com curadoria dos melhores criptoativos para você investir.

Especialistas estão otimistas

Dados históricos revelaram que se o bitcoin manter o mesmo comportamento de alta que em halvings anteriores, uma alta expressiva pode estar por vir. Especialistas e executivos do mercado compartilharam com a EXAME suas opiniões:

"Não temos como prever o que acontecerá no futuro do mercado, mas tendo em vista a alta de preços que o bitcoin experimentou nos últimos 3 halvings, estamos muito otimistas com esse momento. Especialmente porque estamos acompanhando um ano em que o bitcoin tem atingido máximas históricas, impulsionado por grandes acontecimentos como a introdução de ETFs por grandes gestores financeiros tradicionais e a expectativa do halving”, disse Thales Freitas, CEO da Bitso no Brasil.

“De fato, temos observado na Bitso um aumento cada vez maior do interesse das pessoas e empresas por cripto. Só no último semestre, tivemos um aumento de usuários da Bitso aqui no Brasil de 31%. E vemos que eventos importantes, como o halving, acabam atraindo ainda mais pessoas pois ajudam a consolidar um mercado cada vez mais maduro, seguro e estável", acrescentou o executivo à EXAME.

"Você investidor individual que possui bitcoins deve estar se perguntando se o halving acarretará riscos, e se alguma ação prévia é recomendada. A resposta curta seria não. O halving em si não é um evento que causa preocupação, porém é esperado um comportamento especulativo maior no mercado em dias que o antecedem, causando um aumento da volatilidade e podendo também ocasionar correções no preço do bitcoin, caso certas expectativas não sejam atingidas", disse Fabio Plein, diretor regional da Coinbase Americas.

yt thumbnail

Min Lin, vice-presidente regional da Binance para América Latina, também citou a aprovação dos ETFs e o cenário já otimista em relação às criptomoedas como uma vantagem para o halving deste ano.

“O halving deste ano é único, pois ocorre em meio a uma série de outros eventos significativos no ecossistema bitcoin e cripto em geral. Além do avanço do ETF, que despertou interesse e participação institucional, outra grande tendência em cripto hoje é o boom na atividade de camada 2 e DeFi na rede bitcoin, impulsionado pela popularidade do protocolo Ordinals e inscrições de bitcoin", disse Min Lin, vice-presidente regional da Binance para a América Latina.

“Além do preço do bitcoin, o halving pode ter efeitos auspiciosos de longo prazo em todo o ecossistema, com benefícios se estendendo a outros ativos e projetos e estimulando a construção de infraestrutura e inovação de produtos no espaço", acrescentou.

Lucas Panisset, assessor de investimentos na Transfero Prime, também baseia o seu otimismo na performance do bitcoin e halvings anteriores e no cenário otimista atual. No entanto, ele também acredita que o halving pode influenciar na percepção do bitcoin como uma reserva de valor, atraindo mais investidores institucionais e varejistas.

“Para os investidores e entusiastas do bitcoin, o halving pode ser um momento emocionante, mas também volátil. É importante estar preparado para a possibilidade de flutuações de preço e considerar estratégias de curto e longo prazo para lidar com elas”, disse ele.

“Chegou o momento”

“Olhando para todo o cenário, é certo dizer que, à medida que nos aproximamos do halving de 2024, o bitcoin não só pode aumentar a sua valorização, como também está diante de uma oportunidade de ouro de provar sua resiliência, inovação e viabilidade a longo prazo. Seja para as pessoas físicas, mineradores ou organizações, chegou o momento de agir com perspicácia, visão estratégica e um compromisso com a adoção responsável da criptomoeda. Todos os envolvidos têm um papel central neste processo”, disse Eduardo Carvalho, CEO Dynasty Global AG.

Para além dos benefícios em relação a cotação do bitcoin, o halving pode servir como um marco para a maturidade do mercado de criptomoedas, de acordo com Ricardo da Ros, CEO da Patex.

“Acreditamos que a redução da oferta de bitcoins trará maior previsibilidade ao mercado, atraindo novos investidores e fortalecendo a confiança na moeda. O evento estimulará a inovação no mercado, impulsionando o desenvolvimento de novas soluções e serviços relacionados ao bitcoin. Estamos prestes a entrar na fase de maturidade do Bitcoin, onde o mercado tradicional se fundirá com o mercado cripto”, disse ele.

“Recomendo sempre, nestes casos, investimentos a longo prazo com cautela e responsabilidade devido à volatilidade do mercado, além de acompanhar de perto as notícias e tendências para tomar decisões informadas”, acrescentou.

Uma nova era da economia digital está acontecendo bem diante dos seus olhos. Não perca tempo nem fique para trás: abra sua conta na Mynt e invista com o apoio de especialistas e com curadoria dos melhores criptoativos para você investir.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok  

Acompanhe tudo sobre:BitcoinCriptomoedasCriptoativosMineração de bitcoin

Mais de Future of Money

Por que as marcas não podem ignorar o blockchain: a transformação da interação com o consumidor

A solução para as barreiras de liquidez global nos investimentos

Investidores institucionais não acreditam em alta do bitcoin no curto prazo, aponta relatório

Dolce & Gabbana é processada nos EUA após problemas em coleção de NFTs

Mais na Exame