Bill Gates explica porque não investe em nenhuma criptomoeda

Quarto homem mais rico do mundo, Bill gates volta a compartilhar visão negativa sobre criptomoedas e explica o porquê de não investir nos ativos digitais
Essa não é a primeira vez que Gates declarou seu desinteresse pelo mercado cripto (Thierry Monasse/Getty Images)
Essa não é a primeira vez que Gates declarou seu desinteresse pelo mercado cripto (Thierry Monasse/Getty Images)
Por Gabriel MarquesPublicado em 19/05/2022 17:15 | Última atualização em 19/05/2022 17:16Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Quarto homem mais rico do mundo, com uma fortuna de US$ 125 bilhões, Bill Gates voltou a criticar o mercado cripto nesta quinta-feira, 19, e explicou porque não gosta e nem investe em criptomoedas. Compartilhando visão similar a de seu amigo Warren Buffet, o fundador da Microsoft acredita que o valor das criptomoedas depende do que alguém está disposto a pagar por elas, e não do valor que elas geram.

Em uma sessão de perguntas e respostas na rede social Reddit, Gates foi perguntado sobre possíveis posições em cripto, e o bilionário respondeu: "Não tenho nenhum investimento. Gosto de investir em coisas que geram valor. O valor de empresas é baseado em como elas fazem ótimos produtos. O valor de cripto é somente o que outra pessoa está disposta a pagar por aquilo, então não adiciona nada para a sociedade”.

(Mynt/Divulgação)

Essa não é a primeira vez que Bill Gates declara seu desinteresse pela nova classe de ativos. No início do ano, disse estar preocupado que as pessoas estivessem sendo "sugadas" pela alta do bitcoin e alertou: “Se você tem menos dinheiro que o Elon [Musk], provavelmente deveria tomar cuidado”.

Apesar de criticado pelos entusiastas dos ativos digitais, é inegável que a afirmação agora soa como profecia, considerando o colapso do blockchain Terra e suas criptomoedas LUNA e UST, que deixaram milhares de investidores no prejuízo - inclusive a corretora Binance, cujo CEO afirmou que está "pobre de novo" após o ocorrido.

A visão de Bill Gates que cripto tem um valor "fabricado", e não com base em geração de valor, é parecida com a de seu parceiro na "Bill and Melinda Gates Foundation", Warren Buffett, que afirmou no início deste mês: “Se você me dissesse que tem todo o bitcoin do mundo e me oferecesse por US$ 25, eu não aceitaria. O que eu faria com isso?”. Em seguida, declarou quase a mesma frase de Gates, explicando que o bitcoin não vale nada, porque não produz nada, e seus investidores esperam que exista outra pessoa disposta a pagar mais pelo ativo.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok