Future of Money

Análise: mercado cripto passa por 2ª semana de correção, mas tendência ainda é de alta

Tendência de médio prazo do bitcoin ainda é de alta, mas a falta de catalisadores relevantes faz com que o mercado fique lateralizado

 (Reprodução/Reprodução)

(Reprodução/Reprodução)

Lucas Costa
Lucas Costa

Analista Técnico do BTG Pactual

Publicado em 19 de junho de 2024 às 15h31.

Última atualização em 19 de junho de 2024 às 16h06.

Tudo sobreCriptomoedas
Saiba mais

Os mercados globais têm uma semana mais tranquila, apesar da divulgação do PMI dos EUA na próxima sexta-feira, 21. Enquanto isso, o S&P500, principal índice de ações dos EUA, renovou a sua máxima histórica. O dólar global (DXY) fez um movimento de correção, mas que ainda é uma correção curta dentro de uma tendência maior de alta.

Nesse contexto, o mercado cripto passa pela sua segunda semana de correção. A tendência de médio prazo do bitcoin ainda é de alta, mas a falta de catalisadores relevantes faz com que o mercado fique lateralizado.

Apresentamos a análise técnica do S&P 500, DXY, bitcoin, ether e Solana.

S&P 500

O S&P500 possui tendência de alta no curto e médio prazo, com alinhamento das médias móveis de 21 e 50 dias. O rompimento do último topo em 5.265,0 levou ao acionamento de um novo pivô de alta, com objetivos de Fibonacci em 5.600 e 5.750.

  • O JEITO FÁCIL E SEGURO DE INVESTIR EM CRYPTO. Na Mynt você negocia em poucos cliques e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Compre as maiores cryptos do mundo em minutos direto pelo app. Clique aqui para abrir sua conta gratuita.

O próximo suporte é a média móvel de 50 dias em 5.220,0, região que deve apresentar alguma defesa da ponta compradora.

DXY

dólar fechou a última semana com alta de 0,56%. No gráfico diário do DXY, o preço encontrou suporte na média móvel de 200 dias e os compradores ganharam força. O preço rompeu o topo em 105,200 e acionou um novo pivô de alta. As próximas resistências são 106,500 e 107,150.

Insight: A tendência de alta do DXY voltou a ganhar força nas últimas semanas e a progressão de fundos ascendentes foi mantida. O price action mostra o aumento da amplitude dos dias de alta em relação aos dias de queda, com máximas e mínimas mais altas que as anteriores.

Bitcoin (BTCUSD)

O bitcoin segue trabalhando em uma lateralidade no curto prazo entre US$ 56.500 e US$ 72.800. A tendência de médio prazo é de alta, mas perdeu força nas últimas semanas com um dólar mais forte ao redor do mundo.

O gráfico diário do BTCUSD mostra o preço com uma sustentação de fundos mais altos que os anteriores, apesar da falha de rompimento do último topo, sugerindo que as tendências maiores ainda são de alta. A próxima resistência é o topo em US$ 72.800 e seu rompimento pode levar ao teste das projeções de Fibonacci em US$ 81.000 (141,4%) e US$ 84.550 (161,8%).  O próximo suporte é o fundo da lateralidade em US$ 60.315 e a média móvel de 200 dias em US$ 56.915.

Ethereum (ETHUSD)

O gráfico do Ethereum (ETHUSD) possui tendência de alta no médio prazo, mas o preço falhou em trabalhar acima da resistência em US$ 4.085,0. As médias móveis de 21 e 50 podem fazer um cruzamento de baixa nos próximos dias, caso o preço rompa a mínima da última semana. Os próximos suportes são a média móvel de 200 dias em US$ 3.000,0 e o fundo da lateralidade em US$ 2.815.

Solana (SOLUSD)

O criptoativo Solana fechou em queda na última semana e acumula uma desvalorização de 16,20% em junho. O gráfico diário do SOLUSD mostra uma falha de rompimento do topo anterior e formação de máximas e mínimas mais baixas que as anteriores. O preço está em uma região de suporte importante da base do último pivô.

O JEITO FÁCIL E SEGURO DE INVESTIR EM CRYPTO. Na Mynt você negocia em poucos cliques e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Compre as maiores cryptos do mundo em minutos direto pelo app. Clique aqui para abrir sua conta gratuita.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok  

Leia mais

Acompanhe tudo sobre:CriptomoedasCriptoativosBitcoinEthereum

Mais de Future of Money

Segurança, nuvem e IA generativa de mãos dadas no mercado financeiro

Ciclo de alta das criptomoedas chega à segunda fase: o que esperar?

Bancos gastam 25 vezes mais que fintechs com segurança digital, mas perdem 5 vezes mais em fraudes

Criptomoedas não são afetadas por apagão cibernético e usuários elogiam blockchain

Mais na Exame