Esporte

Após demissão de Diniz, Marcão comanda o Fluminense na próxima rodada do Brasileirão

Auxiliar técnico permanente do clube, ex-jogador estará à beira do campo na quinta-feira

Marcão, auxiliar técnico permanente, assumirá o cargo de técnico interino (Fluminense FC/Lucas Merçon/Divulgação)

Marcão, auxiliar técnico permanente, assumirá o cargo de técnico interino (Fluminense FC/Lucas Merçon/Divulgação)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 24 de junho de 2024 às 16h04.

Última atualização em 24 de junho de 2024 às 16h53.

Tudo sobreFutebol
Saiba mais

Depois de 11 rodadas e apenas uma vitória no Brasileirão, o Fluminense decidiu demitir Fernando Diniz nesta segunda-feira. O treinador teve seu ciclo encerrado após pouco mais de dois anos no comando da equipe e sete meses após o título da Libertadores.

Enquanto o Tricolor não determinar um substituto, Marcão, auxiliar técnico permanente, será o técnico interino e já comanda o time na quinta-feira, contra o Vitória, pelo Campeonato Brasileiro.

Marcão já assumiu o comando do Fluminense de forma interina em diversas oportunidades. Em 2019, após a demissão de Fernando Diniz, o Tricolor contratou Oswaldo de Oliveira — que durou exatos seis jogos — e Marcão assumiu o time na reta final, com a missão de evitar o rebaixamento. Foram 17 jogos, sete vitórias, seis empates e quatro derrotas.

Em 2020, após a saída de Odair Hellmann, Marcão assumiu o comando do Fluminense por 14 partidas. Foram sete vitórias, quatro empates, três derrotas e a classificação para a fase de grupos da Libertadores de 2021.

Já no ano de 2021, foi a vez de Marcão ser o técnico após a demissão de Roger Machado, eliminado na Libertadores pelo Barcelona de Guayaquil-EQU, nas quartas de finais. Desta vez, Marcão ficou no comando por 25 jogos, venceu 11, empatou quatro e perdeu 10, mas garantiu a classificação para a fase inicial da Libertadores 2022.

Ao todo, Marcão foi o 'treinador' do Fluminense em 56 partidas, com 25 vitórias, 17 derrotas e 14 empates, com aproveitamento de 52,98%.

Acompanhe tudo sobre:FutebolFluminenseBrasileirão

Mais de Esporte

Qual a premiação da Copa do Brasil 2024? Veja os valores por fase

Sorteio da Copa do Brasil 2024: veja os confrontos definidos para as oitavas de final

Jogos de quinta, 18 de julho de 2024, onde assistir ao vivo e horários

Ginastas dos EUA estabelecem recorde de cristais em collants

Mais na Exame