Totvs avança em ESG e quer impulsionar agenda nos clientes

“Estamos intensificando o trabalho em ESG. Entendemos que temos uma pegada menor do que a média por, por exemplo, não termos planta industrial e outros fatores”, diz o CEO Dennis Herszkowicz
 (Leandro Fonseca/Exame)
(Leandro Fonseca/Exame)
Por Marina FilippePublicado em 23/06/2022 21:12 | Última atualização em 23/06/2022 16:43Tempo de Leitura: 3 min de leitura

A empresa de tecnologia Totvs avançou nas práticas ESG em 2021, especialmente com a implementação da governança ESG, reforçando o tema no conselho de administração, comitê de governança e indicação, comitê de estratégia, diretoria executiva, comissões e grupo de trabalho ESG. Também implementou comissões de trabalho relacionadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Receba gratuitamente a newsletter da EXAME sobre ESG. Inscreva-se aqui

A companhia ainda iniciou o mapea­mento do primeiro inventário de emissões de gases de efeito estufa das operações, que deve ser concluído no segundo semestre, para que metas ambientais mais assertivas sejam definidas. Enquanto isso, já há práticas como 98% do consumo de energia proveniente de fontes renováveis. A intenção é ofertar serviços que contribuam com a gestão ESG na operação de clientes.

“Estamos intensificando o trabalho em ESG. Entendemos que temos uma pegada menor do que a média por, por exemplo, não termos planta industrial e outros fatores. Estamos discutindo como utilizar a tecnologia e as boas práticas como um negócio para nós e para os clientes”, diz o CEO Dennis Herszkowicz.

Na frente social, a Totvs tem trabalhos como o Instituto Oportunidade Social, criado em 1998 por voluntários da companhia, que oferece capacitação em tecnologia para jovens em situação de vulnerabilidade social e pessoas com deficiência para prepará-los para o mercado de trabalho.

Em 2021, o instituto alcançou seus melhores resultados: foram formados 2.623 alunos e 1.410 empregados. A ação impacta diretamente no negócio da empresa — por exemplo, quando 68 alunos foram contratados pela Totvs no ano passado. Internamente, a empresa trabalha desde 2020 com grupos para gênero; LGBTI+; pessoas com deficiência; e raça.

Uma das ações a partir desse trabalho é o #ELASNATOTVS, um banco de talentos específico para mulheres que tenham interesse em trabalhar com tecnologia. Atualmente, o banco conta com 10.953 currículos. Em 2021, foram contratadas 824 mulheres por meio do programa.

Há um forte link entre a estratégia ESG e os negócios da Totvs, especialmente quando se trata de pessoas. Em abril deste ano, a empresa e o banco Itaú anunciaram a criação de uma joint venture com foco na distribuição de serviços financeiros, com 50% de participação para cada lado.

A nova companhia será derivada da operação Techfin da Totvs e terá como principal objetivo ampliar e simplificar o acesso a serviços financeiros personalizados e integrados aos sistemas de gestão (ERP).

O movimento está relacionado com a desregulação do setor financeiro, que abriu caminho para a multiplicação das fintechs. “As oportunidades de criação de soluções inéditas a partir dessa iniciativa certamente representarão disrupções em favor dos clientes. Essa parceria nos coloca, Itaú Unibanco e Totvs, na vanguarda da transformação digital das indústrias nas quais atuamos”, afirmou Milton Maluhy Filho, presidente do Itaú Unibanco, em comunicado que anunciou a parceria.

Essa revolução depende, basicamente, de pessoas e empreendedorismo. Entre 2020 e 2021, o número de pessoas contratadas por fintechs cresceu 59%.

“A expertise do Itaú aliada à tecnologia e aos dados da Totvs é uma combinação extraordinária para nossa ambição de democratizar serviços financeiros para as empresas brasileiras”, diz Herszkowicz.

Veja Também

Melhores ESG 2022: Telecom, Tecnologia e Mídia
Revista Exame
Há uma semana • 6 min de leitura

Melhores ESG 2022: Telecom, Tecnologia e Mídia