Economia

Precisamos nos reinventar com dinheiro privado, diz presidente do BC

Para Roberto Campos Neto, aumento de gastos públicos não são solução para as dificuldades enfrentadas pelo país

Roberto Campos Neto: presidente do Banco Central deu entrevista ao jornal Financial Times (Ueslei Marcelino/Reuters)

Roberto Campos Neto: presidente do Banco Central deu entrevista ao jornal Financial Times (Ueslei Marcelino/Reuters)

R

Reuters

Publicado em 16 de outubro de 2019 às 07h52.

São Paulo — O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou ao Financial Times que o Brasil quer "democratizar" o setor financeiro e fomentar mais capital privado.

"Precisamos nos reinventar com dinheiro privado", disse ele ao FT em entrevista publicada nesta quarta-feira, acrescentando que os gastos públicos não são uma solução para as dificuldades enfrentadas pelo país.

Falando sobre o crescimento global, Campos Neto afirmou que ele não está favorável e que as pessoas estão mostrando sinais de aversão ao risco.

"Então mesmo que os juros estejam baixos e isso deveria levaria as pessoas a colocarem dinheiro em mercados emergentes, quando você olha para o fluxo ele tem sido bastante errático. Como há tensões comerciais, há polarização política, há Brexit."

Acompanhe tudo sobre:Banco Centraleconomia-brasileiraFinancial TimesRoberto Campos Neto

Mais de Economia

‘Problema dos gastos no Brasil não é ter os pobres no Orçamento’, diz Simone Tebet

Plano Real, 30 anos: Gustavo Loyola e as reformas necessárias para o Brasil crescer

Governo sobe previsão de déficit de 2024 para R$ 28,8 bi, com gastos de INSS e BPC acima do previsto

Mais na Exame