PIB do Brasil cresce 0,2% no 1º trimestre

Economia brasileira cresceu 0,2% no primeiro trimestre do ano em relação ao anterior; crescimento de 2013 é revisado de 2,3% para 2,5%

São Paulo – O IBGE divulgou hoje os números do crescimento da economia brasileira no primeiro trimestre do ano.

O PIB cresceu 0,2% em relação ao trimestre anterior e 1,9% em relação ao mesmo período do ano passado, próximo do que esperavam os analistas do mercado. 

O resultado foi puxado por um crescimento de 3,6% na agropecuária. Os serviços tiveram alta de 0,4% e a indústria registrou queda de 0,8%.

Com isso, o PIB brasileiro atingiu R$ 1,204 trilhão em valores correntes.

O resultado é o primeiro que já leva em conta a nova série de índices de produção industrial, reformulada recentemente pelo IBGE. Os novos critérios foram aplicados de forma retroativa e o crescimento do PIB no ano passado foi revisado de 2,3% para 2,5%.

Consumo e investimento

No trimestre, o consumo das famílias caiu 0,1% e o consumo do governo subiu 0,7%. As exportações caíram 3,3% enquanto as importações subiram 1,4%.

Houve queda de 2,1% na formação bruta de capital fixo (investimento) tanto na comparação com o trimestre anterior quanto na comparação com o ano passado.

Com isso, a taxa de investimento ficou em 17,7% da economia – abaixo dos 18,2% registrados no mesmo período de 2013. 

Já a taxa de poupança registrou 12,7% no trimestre, também abaixo dos 13,7% no primeiro trimestre do ano passado.

Período de comparação PIB
Tri/ tri anterior 0,2%
Tri 2014 / Tri 2013 1,9%
Acum. 4 tri / 4 tri anteriores 2,5%
Valores correntes no tri (R$) 1,2 trilhão
Período de comparação Agropec. Indústria Serviços
Tri/ tri anterior 3,6% -0,8% 0,4%
Tri 2014 / Tri 2013 2,8% 0,8% 2,0%
Acum. 4 tri / 4 tri anteriores 4,8% 2,1% 2,2%
Valores correntes no tri (R$) 61,7 bilhões 241 bilhões 716,2 bilhões
Período de comparação FBCF Cons. Fam. Cons. Gov.
Tri/ tri anterior -2,1% -0,1% 0,7%
Tri 2014 / Tri 2013 -2,1% 2,2% 3,4%
Acum. 4 tri / 4 tri anteriores 4,1% 2,5% 2,2%
Valores correntes no tri (R$) 213,1 bilhões 788,6 bilhões 242,7 bilhões
Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.