Economia
Acompanhe:

IGP-M, que corrige os aluguéis, desacelera em janeiro

Resultado ficou 1,61 ponto porcentual abaixo da variação de dezembro, quando a inflação medida pelo indicador subiu 2,09%

Prédios: no acumulado de 12 meses, o IGP-M ganhou força e subiu a 7,81% (FG Trade/Getty Images)

Prédios: no acumulado de 12 meses, o IGP-M ganhou força e subiu a 7,81% (FG Trade/Getty Images)

E
Estadão Conteúdo

30 de janeiro de 2020, 09h21

São Paulo — O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) subiu 0,48% em janeiro, informou nesta quinta-feira, 30, a Fundação Getulio Vargas (FGV).

O resultado ficou 1,61 ponto porcentual abaixo da variação de dezembro, quando a inflação medida pelo indicador subiu 2,09%. Mesmo assim, no acumulado de 12 meses, o IGP-M ganhou força e subiu a 7,81%, de 7,30% da divulgação anterior.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) mostrou forte desaceleração, de 2,84% em dezembro para 0,50% em janeiro, segundo a FGV, e atingiu variação de 9,91% no acumulado de 12 meses.

Já o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) mostrou alívio de 0,84% para 0,52% e soma taxa de 3,72% em 12 meses.

O Índice Nacional de Custos da Construção - Mercado (INCC-M), divulgado pela FGV na terça-feira, acelerou de 0,14% para 0,26% e atingiu variação de 3,99% no acumulado de março de 2019 a janeiro de 2020.