Hidrelétricas do Sudeste devem receber menos chuvas em janeiro

Com redução de chuvas, ONS prevê queda de 0,8% na carga de energia do sistema interligado do Brasil no mês

São Paulo — O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) reduziu nesta sexta-feira sua expectativa de chuvas em janeiro para as áreas das hidrelétricas do Sudeste do Brasil, que já apontava precipitações abaixo da média histórica para o período.

Segundo relatório semanal, agora o ONS vê chuvas no Sudeste, que concentra os maiores reservatórios hidrelétricos, em 70% da média histórica, ante 75% na previsão anterior.

O ONS ainda reduziu a expectativa de chuvas nas hidrelétricas do Sul em janeiro, para 46% da média histórica, ante 64% na previsão anterior.

De outro lado, o ONS elevou a estimativa de chuvas nas hidrelétricas do Nordeste em janeiro, para 43% da média histórica, ante 29% na previsão anterior.

O operador do sistema agora prevê queda de 0,8% na carga de energia do sistema interligado do Brasil em janeiro, ante previsão de queda de 1,1% no relatório da semana anterior.

Soma do consumo com as perdas na rede, a carga deve recuar mais acentuadamente no Sudeste (-2,7%), enquanto no Sul a estimativa é de queda de 0,8%.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.