G7 vê risco de que políticas dos EUA impactem crescimento global

As autoridades dos países do G7 não descartam o impacto das propostas do governo de Trump

Bari, Itália - As autoridades de Finanças do G7 levantaram preocupações sobre os riscos para o crescimento global diante das propostas do governo do presidente norte-americano, Donald Trump, incluindo a reforma tributária, disse uma alta autoridade do Tesouro norte-americano nesta sexta-feira.

Ministros das Finanças dos Estados Unidos, Canadá, Japão, França, Alemanha, Itália e Grã-Bretanha, que forma o G7, estão realizando dois dias de conversações sobre a economia global, tributação e financiamento do terrorismo na cidade de Bari, no sul da Itália.

Falando aos repórteres, o funcionário disse que o plano tributário e as políticas comerciais dos EUA foram parte das discussões sobre os riscos para a economia global.

"Alguns países têm riscos assinalados ao longo dessas linhas, bem como riscos de que o crescimento dos EUA e o fortalecimento do crescimento dos EUA levarão a mais investimentos, o que pode ter impacto sobre as taxas de câmbio e sobre a política do Fed no futuro", disse a autoridade.

"Isso está em um contexto positivo, mas poderia ter consequências para o resto do mundo, em termos tanto positivos quanto negativos", acrescentou.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.