Futuros do Brent e WTI caem mais de 3%

Brent caiu abaixo de 59 dólares por barril pela primeira vez desde maio de 2009 nesta terça-feira

Londres - O petróleo Brent caiu abaixo de 59 dólares por barril pela primeira vez desde maio de 2009 nesta terça-feira, estendendo uma onda de vendas de seis meses, com um abrandamento da atividade manufatureira chinesa e o enfraquecimento de moedas de mercados emergentes acrescentando preocupações sobre a demanda.

Os contratos futuros do Brent, referência internacional, caíram quase pela metade desde o pico de 2014 de 115 dólares por barril, registrado em junho, em meio à ampla oferta e desaceleração da demanda.

A atividade do setor industrial da China contraiu em dezembro pela primeira vez em sete meses, o mais recente em uma série de indicadores econômicos fracos que irão intensificar os pedidos de mais medidas de estímulo.

A China é o segundo maior consumidor de petróleo depois dos Estados Unidos.

Por volta das 10h50 (horário de Brasília), o contrato janeiro do Brent operava em queda de mais de 3 por cento, a 58,93 dólares o barril.

O petróleo nos EUA (WTI) recuava quase 3 por cento no mesmo horário, para 54,35 dólares.

"A tendência continua de baixa", disse Robin Bieber, analista técnico e diretor da corretora de petróleo com sede em Londres PVM Oil Associates. "Não é aconselhado estar comprado."

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também