Faturamento real das indústrias cai pelo segundo mês

Segundo a CNI, a indústria operou com 81,9 pontos da capacidade instalada em janeiro

Brasília – O faturamento real das indústrias brasileiras caiu pelo segundo mês seguido. De acordo com os Indicadores Industriais, divulgado hoje (8) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), houve queda de 1,4% na comparação de janeiro com dezembro.

No entanto, os índices ligados à atividade apresentaram expansão o que, segundo a CNI, indicam sinais ambíguos na indústria. O indicador de horas trabalhadas aumentou 0,3% e o de utilização da capacidade instalada subiu 0,6 ponto percentual. Segundo a CNI, a indústria operou com 81,9 pontos da capacidade instalada em janeiro (índice dessazonalizado).

O emprego cresceu 0,5% na comparação com dezembro quando já havia sido registrada expansão de 0,4%.

Na comparação com janeiro de 2011, os indicadores de massa salarial (9,7%) e rendimento médio real (8,8%) intensificaram o ritmo de crescimento.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.