Etanol permanece competitivo apenas em GO, MT, MS, PR e SP

Nos demais estados e no Distrito Federal, a gasolina permaneceu mais competitiva

São Paulo - O etanol continuou competitivo em Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná e São Paulo nesta semana, mostram dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) compilados pelo AE-Taxas.

Nos demais estados e no Distrito Federal, a gasolina permaneceu mais competitiva.

Segundo o levantamento, o etanol equivale a 67,90% do preço da gasolina em Goiás.

Em Mato Grosso, a relação está em 64,47%; em Mato Grosso do Sul, em 68,79%; no Paraná, em 67,93%; e em São Paulo, em 66,81%.

A gasolina está mais vantajosa principalmente no Amapá, onde o etanol custa o equivalente a 90,88% do preço da gasolina - a relação é favorável ao biocombustível quando está abaixo de 70%.

O preço médio da gasolina em São Paulo está em R$ 3,100 o litro. Na média da ANP, o preço do etanol no estado ficou em R$ 2,071 o litro.

Preços

Os preços do etanol hidratado nos postos brasileiros subiram em 24 dos 26 estados da Federação e também no Distrito Federal nesta semana.

Só ficaram estáveis no Amapá e no Rio Grande do Norte, mostram dados da ANP.

Na semana anterior, quando ainda não havia a cobrança do PIS/Cofins sobre a gasolina, o que encareceu o combustível fóssil, o etanol hidratado havia recuado nos postos de sete estados, subido em 15 e permanecido estável em outros quatro e no Distrito Federal.

No período de um mês também há alta de preços em todo o país, com estabilidade das cotações apenas no Ceará e na Paraíba.

Nas usinas, a alta do etanol hidratado foi de 2% nesta semana, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq).

Em São Paulo, principal Estado consumidor, a cotação subiu 5,18% nesta semana, para R$ 2,071 o litro.

No período de um mês, acumula alta de 8,20%. Na semana, o maior avanço das cotações foi registrado em Mato Grosso do Sul (9,48%), enquanto o maior recuo ocorreu no Rio Grande do Norte (-0,38%).

No mês, a maior queda e a maior alta foram registradas nos mesmos estados, de 9,98% e de 0,68%, respectivamente.

No Brasil, o preço mínimo registrado para o etanol foi de R$ 1,63 o litro, no estado de São Paulo, e o máximo foi de R$ 3,61/litro, no Amazonas.

Na média, o menor preço foi de R$ 2,071 o litro, em São Paulo. O maior preço médio foi verificado no Acre, de R$ 2,999 o litro.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.