Espanha registra em 2012 déficit de 10,6%

Já o endividamento do país no ano passado alcançou 84,2% do PIB

Bruxelas - A Espanha registrou um déficit público de 10,6% em 2012, o maior da Eurozona, que inclui a ajuda ao sistema bancário, informou a agência europeia de estatísticas Eurostat.

O endividamento da Espanha em 2012 alcançou 84,2% do PIB.

Segundo as autoridades espanholas, de 9,4% em 2011 o déficit do país caiu a 6,98% em 2012, sem considerar as ajudas aos bancos.

Os dados superam os 6,7% anunciados inicialmente pelo governo de Mariano Rajoy e a meta de 6,3% combinada com Bruxelas.

Levando em consideração a ajuda aos bancos, a Espanha passou a ser no ano passado o país da Eurozona com maior déficit público, acima da Grécia (10%) e da Irlanda (7,6%), além da Itália (3,0%) ou França (4,8%).

Bruxelas concordou com uma ajuda de até 100 bilhões de euros para o setor financeiro espanhol, mas a ajuda efetivamente desembolsada foi de 41,3 bilhões de euros.

A Espanha quer negociar com Bruxelas uma flexibilização da meta de déficit para 2013, a até 6%, contra 4,5% atualmente, e adiar em dois anos a redução para abaixo de 3%.

Os objetivos atuais, que pedem um déficit de 4,5% em 2013 e de 2,8% em 2014, são considerados impossíveis pelos analistas em um contexto de severa recessão.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.