Citi e JPMorgan lideram lista de bancos mais importantes

Grandes bancos possuem tamanho e complexidade que poderiam causar estragos nos mercados

Londres - O Citi se juntou ao JPMorgan no topo da lista dos bancos mais importantes do mundo sistematicamente, substituindo o HSBC em um grupo de 30 instituiçoes que devem ter capital extra a partir de 2019 para preservar a estabilidade financeira.

O G20 concordou, após a crise financeira de 2007 a 2009, que os maiores bancos, cujo tamanho e complexidade significam que um colapso poderia causar estragos nos mercados, devem ter o capital extra de acordo com o nível de risco que apresentam.

Na atualização anual das classificações publicada nesta segunda-feira pelo Conselho de Estabilidade Financeira (FSB), o Citi substituiu o HSBC no topo da lista para uma sobretaxa de capital de 2,5 por cento sobre os requisitos mínimos globais.

O HSBC juntou-se a Bank of America, BNP Paribas e ao Deutsche Bank na categoria seguinte, com uma sobretaxa de 2 por cento.

O FSB, uma força-tarefa de regulamentação do G20, também atualizou sua lista de 9 seguradoras globalmente importantes sistemicamente, que se manteve inalterada em relação ao ano passado.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também