Arsesp concede reajuste extraodinário à Comgás

O reajuste se deve à correção do preço do gás natural e do câmbio, informou o órgão regulador

Rio - A Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp) concedeu reajuste extraordinário à distribuidora de gás natural canalizado Comgás (SP).

"A atualização das tarifas se deve à correção do preço do gás natural e do câmbio, já que o gás faturado é indexado ao dólar pela Petrobras", informou o órgão regulador, em nota divulgada há pouco. A data-base do reajuste tarifário da Comgás é maio de cada ano.

Com o reajuste extraordinário, as tarifas de gás para os consumidores residenciais subirão entre 0,88% e 1,15%, dependendo da faixa de consumo, garantindo um repasse médio de 1,14%.

Já as tarifas dos clientes da classe comercial terão alta de 1,18% e 1,45%. Para o industrial, o aumento varia de 2,36% a 3,56%. O gás natural veicular (GNV) sofrerá forte aumento de 8%. As novas tarifas entraram em vigor nesta terça-feira, 17.

Segundo o regulador, o reajuste tarifário extraordinário tem como objetivo assegurar o equilíbrio econômico-financeiro do contrato de concessão da Comgás. Antes desse reajuste, a empresa vendia gás aos seus consumidores a um custo inferior ao adquirido da Petrobras.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também