Primavera 2022: início da estação será marcado pelo fenômeno La Niña; entenda

De acordo com o Climatempo, em quase todo o Brasil, o início da primavera será com intensas chuvas
Oposto ao El Niño, o fenômeno La Niña se caracteriza principalmente pelo registro de temperaturas abaixo da média na superfície que fica próxima à Linha do Equador (Antonio Cruz/Agência Brasil)
Oposto ao El Niño, o fenômeno La Niña se caracteriza principalmente pelo registro de temperaturas abaixo da média na superfície que fica próxima à Linha do Equador (Antonio Cruz/Agência Brasil)
A
Antonio Souza

Publicado em 21/09/2022 às 18:10.

Última atualização em 21/09/2022 às 18:40.

Nesta quinta-feira, 22, mais precisamente às 22h04, inicia-se a primavera, que este ano será marcada pelo fenômeno climático La Ninã. A estação é conhecida como equinócio, período conhecido entre verão e inverno.

De acordo com o Climatempo, em quase todo o Brasil, o início da primavera será com intensas chuvas. A indícios que uma frente fria se forme e ajude a reforçar chuva entre São Paulo, Rio De Janeiro e sul de Minas Gerais. 

O que é o fenômeno La Niña?

Oposto ao El Niño, o fenômeno La Niña se caracteriza principalmente pelo registro de temperaturas abaixo da média na superfície que fica próxima à Linha do Equador. Esse acontecimento afeta o clima em quase toda a região da América do Sul.

No Brasil, entre os efeitos mais comuns está o aumento da precipitação e da vazão dos rios no Norte, além de reduzir as chuvas na Região Sul.

De acordo com a Organização Meteorológica Mundial (OMM), o fenômeno atual foi intensificado pelo fortalecimento dos ventos alísios entre meados de julho e meados de agosto de 2022. A alteração desses padrões de temperatura agravou secas e inundações em diferentes partes do mundo.

Como será o clima durante a primavera no Brasil?

Regiões Sul e Sudeste

Segundo o Climatempo, as chuvas devem reduzir e há uma tendência de estiagem o centro-sul do País, durante toda a primavera.

Regiões Norte e Nordeste

No Norte, a tendência é que tenha mais chuva nesse período, com risco maior para invernada no início do verão.

Região central

Na área central do Brasil, o La Niña provoca um risco maior para irregularidade do retorno das chuvas no início da primavera.

Até quando irá durar o La Niña?

Segundo a Organizações das Nações Unidas (ONU), o fenômeno climático La Niña pode durar até 2023. Há 70% de chance de que o La Niña, que começou em setembro de 2020, continue até pelo menos agosto do próximo ano.

"Algumas previsões de longo prazo sugerem que pode persistir até 2023", disse a OMM em comunicado.

Veja também:

Foguete Soyuz decola para ISS com dois russos e americano a bordo

Fenômeno climático La Niña pode durar até 2023, segundo a ONU