Os 40 são os novos 30? Com quantos anos você se sente?

A idade que você tem na certidão de nascimento pode não ser a mesma que você demonstra ter, aponta estudo

A idade que você tem na certidão de nascimento é a mesma que você sente ter? As frases: "os 40 são os novos 30", ou, "os 30 são os novos 20", fazem algum sentido do ponto de vista científico? Ou seria este apenas um sentimento subjetivo que algumas pessoas têm em relação a própria idade?

Em um estudo publicado em 2002 por Gayle Kaufmana e Glen H. Elder Jr. no Journal of Aging Studies, idosos foram questionados sobre quantos anos eles tinham e quantos anos se sentiam. Em média, os entrevistados relataram se sentir cerca de 8 anos mais jovens do que realmente eram.

Já segundo um outro estudo que compara a expectativa de vida em diferentes épocas utilizando dados e projeções da Previdência Social americana, esse sentimento faz sentido, e a média calculada seria a de 9 anos a menos. Mas como isso seria possível? A resposta é simples: quando comparamos nossas condições atuais de vida com a dos nossos pais ou avós, temos a tendência de nos sentirmos mais jovens.

Atualmente, com o aumento da expectativa de vida e a melhora no cuidado com a saúde, é possível ter uma vida mais ativa por muito mais tempo se comparado com décadas anteriores. Porém, para se ter um melhor embasamento, é necessário saber em qual época será feita a comparação.

Por exemplo: uma pessoa com 50 anos hoje tem a mesma expectativa de vida de outra com 40 anos em 1950. Se comparar este cenário com as condições da década de 80, a diferença seria reduzida pela metade. A pessoa de 50 anos em 2020 se sentiria com 45.

A taxa de mortalidade sempre muda ao longo do tempo. Em 1930 a expectativa de vida era menor do que em 1950, que era menor do que nos anos 2000. Somado a isso, o sexo também influencia, já que os homens - segundo dados - tendem a morrer mais cedo do que as mulheres.

Voltando a Kaufman e Elder, o que significa quando alguém diz que se sente 8 anos mais jovem do que realmente é? Eles estão se comparando a uma memória de como eram há 8 anos? Eles estão imaginando como seria voltar no tempo?

Em termos de probabilidade de expectativa de vida, seria correto comparar os valores de hoje com os da década em que uma pessoa nasceu. Portanto, se a busca é por "50 é o novo _____", o correto seria comparar com a curva de 1970. Nesse caso, 50 seria o novo 41. É interessante que a diferença média entre a idade real e a "nova idade" seja de 9 anos aproximadamente, o que não diferencia muito do resultado de Kaufman e Elder.

Porém, é importante destacar que existem ressalvas, já que uma maior expectativa de vida nem sempre corresponde à qualidade de vida. Provavelmente haverá uma maior variação nestes dados se também for analisado profundamente a questão demográfica.

Para acessar o estudo e fazer o teste segundo a década em que você nasceu, clique aqui.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.