Ministério da Saúde rebate suspeita de caso de coronavírus em MG

Em nota, órgão diz que paciente não esteve na cidade de Wuhan, considerada como o epicentro da epidemia

São Paulo - O coronavírus não chegou ao Brasil. Pelo menos em relação ao caso noticiado nesta quarta-feira (22) de um paciente em Minas Gerais com suspeita de ter contraído o vírus que já matou 17 pessoas na China e começou a se espalhar por outros países da Ásia. Isso é o que garante o Ministério da Saúde.

Em nota, a pasta afirmou que "até o momento, não há detecção de nenhum caso suspeito no Brasil de Pneumonia Indeterminada relacionado ao evento na China" e que o "o caso noticiado pela Secretaria do Estado de Saúde de Minas Gerais (SES/MG) não se enquadra na definição de caso suspeito da Organização Mundial da Saúde (OMS)".

A justificativa é de que a paciente, uma mulher brasileira de 35 anos que viajou da China para o Brasil no último fim de semana não esteve em Wuhan, cidade considerada como o epicentro da crise. No sábado (18), ela chegou em Belo Horizonte vindo de Xangai, que fica 830 quilômetros distante da província chinesa onde os casos foram identificados.

Por isso, o Ministério da Saúde rebate a suspeita levantada pelo SES/MG de que o coronavírus pudesse ter chegado ao Brasil. Em nota, o órgão estadual havia afirmado que " o caso foi notificado como suspeito e que "tendo em vista o contexto epidemiológico atual do país onde a paciente esteve, foi considerada a hipótese de doença causada pelo novo coronavírus".

Transferida para o Hospital Eduardo de Menezes mesmo "sem apresentar qualquer sinal indicativo de gravidade clínica", a paciente estava em estado estável e segue sendo monitorada.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.