A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Coronavírus pode causar problemas de audição irreversíveis, diz estudo

Covid-19 pode estar relacionada com diferentes quadros que relatam a perda auditiva em pacientes no Reino Unido, segundo o estudo

Cientistas do Reino Unido identificaram um novo sintoma do coronavírus. De acordo com pesquisadores da Universidade de Manchester e do Centro de Pesquisas Biomédicas de Manchester, pacientes com covid-19 podem apresentar perda auditiva definitiva. Ou seja, os problemas vão persistir mesmo após a cura ou a vacinação contra a doença.

O estudo científico feito por Kevin Munro e Ibrahim Almufarrij, professores da universidade inglesa, reúne dados de 56 pesquisas sobre a perda auditiva em pacientes infectados com o vírus Sars-CoV-2. Publicado na revista científica International Journal of Audiology, o estudo ainda precisa ser revisado.

“É sabido que doenças como sarampo, caxumba e meningite podem causar perda auditiva. Mas ainda pouco se sabe sobre os efeitos de perda auditiva decorrentes do vírus SARS-CoV-2”, afirma Kevin Munro, professor universitário que liderou o estudo.

De acordo com os dados coletados em pelo menos 24 das 56 pesquisas, os pesquisadores estimam que cerca de 7,6% dos infectados com covid-19 podem apresentar quadros de perda auditiva, enquanto 7,2% deles apresentam sintomas de vertigem e 14,8% dos infectados com o vírus relatam ainda escutar zumbidos.

Como o estudo se baseou em diferentes pesquisas, não há exatamente um padrão estabelecido para os testes. Os dados foram coletados principalmente por questionários ou registros médicos de pacientes com covid-19. Os pesquisadores classificam a qualidade dos dados como “razoável”.

“Há uma necessidade urgente de um estudo clínico e diagnóstico cuidadosamente conduzido para compreender os efeitos de longo prazo do covid-19 no sistema auditivo”, afirma Munro. Segundo o pesquisador, é necessário que sejam realizados testes auditivos mais confiáveis do ponto de vista científico.

“Embora as evidências sejam de qualidade variável, cada vez mais estudos estão sendo realizados, de modo que a base de evidências está crescendo. O que realmente precisamos é de estudos que comparem casos de covid-19 com pacientes internados em hospitais e com outras condições médicas”, diz Almufarrij.

O objetivo agora é realizar uma pesquisa mais abrangente e precisa para avaliar com precisão a gravidade e as causas dos problemas auditivos em pacientes com coronavírus no Reino Unido e em outras partes do mundo. Os cientistas acreditam que fatores como estilo de vida ou condições médicas pré-existentes podem ser determinantes.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também