• AALR3 R$ 20,34 1.40
  • AAPL34 R$ 67,96 -2.78
  • ABCB4 R$ 17,36 4.52
  • ABEV3 R$ 14,11 -0.77
  • AERI3 R$ 3,72 -1.59
  • AESB3 R$ 10,75 0.66
  • AGRO3 R$ 30,95 1.08
  • ALPA4 R$ 20,84 -0.48
  • ALSO3 R$ 19,10 -1.29
  • ALUP11 R$ 26,71 1.17
  • AMAR3 R$ 2,45 4.26
  • AMBP3 R$ 30,53 -2.12
  • AMER3 R$ 23,10 0.65
  • AMZO34 R$ 67,45 -0.34
  • ANIM3 R$ 5,50 -0.72
  • ARZZ3 R$ 81,36 -0.60
  • ASAI3 R$ 15,39 -0.06
  • AZUL4 R$ 21,23 0.00
  • B3SA3 R$ 11,82 2.34
  • BBAS3 R$ 35,68 -0.64
  • AALR3 R$ 20,34 1.40
  • AAPL34 R$ 67,96 -2.78
  • ABCB4 R$ 17,36 4.52
  • ABEV3 R$ 14,11 -0.77
  • AERI3 R$ 3,72 -1.59
  • AESB3 R$ 10,75 0.66
  • AGRO3 R$ 30,95 1.08
  • ALPA4 R$ 20,84 -0.48
  • ALSO3 R$ 19,10 -1.29
  • ALUP11 R$ 26,71 1.17
  • AMAR3 R$ 2,45 4.26
  • AMBP3 R$ 30,53 -2.12
  • AMER3 R$ 23,10 0.65
  • AMZO34 R$ 67,45 -0.34
  • ANIM3 R$ 5,50 -0.72
  • ARZZ3 R$ 81,36 -0.60
  • ASAI3 R$ 15,39 -0.06
  • AZUL4 R$ 21,23 0.00
  • B3SA3 R$ 11,82 2.34
  • BBAS3 R$ 35,68 -0.64
Abra sua conta no BTG

Os planos de um ex-cientista da Nasa para tornar Marte habitável

O norte-americano Jim Green começa o ano fora do cargo de cientista-chefe, um dos mais importantes da agência espacial, mas com uma ideia: "imitar" o solo e atmosfera da Terra no planeta vermelho
 (Reprodução/Nasa/Carla Cioffi)
(Reprodução/Nasa/Carla Cioffi)
Por Laura PanciniPublicado em 05/01/2022 06:00 | Última atualização em 07/01/2022 10:50Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Depois de quatro décadas na maior agência espacial do mundo, Jim Green quer ir (mais) além. Em seu tempo na Nasa, o norte-americano supervisionou missões pelo sistema solar, contribuiu em diversos artigos e, nos últimos três anos, assumiu o cargo científico mais alto da agência, o de cientista-chefe.

Agora, Green inicia 2022 aposentado e fora da Nasa, mas com uma ideia que deixaria o bilionário Elon Musk impressionado: a de terraformar Marte para torná-la habitável.

A "terraformação" seria um processo de geoengenharia que trataria tanto o solo do planeta vermelho quanto sua atmosfera. O plano de Green consiste no uso de um escudo magnético gigante entre Marte e o Sol, que esquentaria e aumentaria a pressão da atmosfera do planeta vermelho.

O objetivo final é similar as condições da Terra, evitando que os ventos solares continuem destruindo a atmosfera marciana e causando uma mudança significativa no clima.

Assim, humanos poderiam andar na superfície de Marte normalmente, sem a necessidade de um traje de astronauta, por exemplo. Green acredita que a cultivação de plantas também seria possível, o que possibilitaria vida a longo prazo em Marte.

“É possível”, disse Green ao New York Times. “Marte vai começar a se terraformar por conta própria. É isso que queremos: que o planeta participe de todas as formas que puder. Quando a pressão sobe, a temperatura sobe.”

Vale ressaltar que muitos especialistas acreditam que Marte será muito mais quente e terá uma atmosfera muito mais densa no futuro, independentemente do que os humanos façam. É por isso que Green acredita que o planeta vai eventualmente fazer o trabalho por conta própria.

"Este conceito simplesmente acelera um processo natural que provavelmente ocorreria durante um período de tempo muito mais longo”, disse Green à Nasa.

A ideia soa incrível na teoria, mas muitos especialistas acreditam que nunca será possível viver em Marte. Há uma série de obstáculos que vão muito além das condições do planeta, como o custo da viagem, além de infraestruturas e tecnologias complexas.

“Apesar do domínio da terraformação sobre a imaginação popular, ela permanece no reino da ficção”, disse Lucianne Walkowicz ao site Slate em 2018. A astrônoma acredita que Marte não tem as reservas necessárias de dióxido de carbono para bombear e aquecer sua atmosfera, e que humanos provavelmente iriam acabar destruindo o planeta.

Fora da Nasa, não há qualquer indício de que Green planeja testar sua ideia.