China dá aval provisório para vacina da Sinopharm, permitindo uso em massa

Na quarta-feira, a Sinopharm afirmou que sua vacina teve eficácia de 79% na proteção contra a covid-19 na fase 3 de ensaios clínicos no exterior

A Administração Nacional de Produtos Médicos da China, o principal regulador de medicamentos do país, deu na noite da quarta-feira autorização provisória para uma vacina contra a covid-19 desenvolvida pela estatal Sinopharm. Com isso, o imunizante poderá ser usado em massa, cerca de um ano após a pandemia começar a surgir no centro do país.

Como fica a Bolsa com o lançamento da vacina? Veja agora a análise das melhores empresas para investir hoje.

O regulador aprovou a vacina, disse nesta quinta-feira, 31, o vice-comissário do regulador, Chen Shifei.

Na quarta-feira, a Sinopharm afirmou que sua vacina teve eficácia de 79% na proteção contra a covid-19 na fase 3 de ensaios clínicos no exterior.

A vacina e outras duas feitas no país já haviam recebido apenas autorização para uso emergencial na China. Pequim permitiu isso para vacinas que ainda não tinham concluído os testes clínicos, quando considerou urgente ajudar com a emergência pública de saúde.

O novo aval dado à Sinopharm agora é o primeiro a permitir um uso mais amplo de uma vacina contra a covid-19 no país.

A Sinopharm já começou a produzir em massa a vacina, informou o governo chinês na quinta-feira. O regulador disse que estará atento à empresa, a fim de garantir que ela realize o restante dos ensaios clínicos de fase 3 como planejado.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.