BioNTech terá vacina contra covid para crianças de 5 a 11 anos

Farmacêutica diz que os estudos estão prontos para serem publicados e submetidos às agências reguladoras

A BioNTech deve solicitar uma aprovação para usar sua vacina contra covid-19 em crianças a partir de 5 anos em todo o globo nas próximas semanas, e os preparativos para um lançamento estão em andamento, disseram os dois principais executivos da empresa de biotecnologia à revista alemã Der Spiegel.

"Já no decorrer das próximas semanas apresentaremos os resultados de nosso teste em crianças de 5 a 11 anos a agências reguladoras de todo o mundo e solicitaremos a aprovação da vacina nesta faixa etária, inclusive aqui na Europa", disse sua chefe médica, Oezlem Tuereci, ao semanário.

Os comunicados confiantes sublinham a liderança que a BioNTech, que colaborou com a Pfizer em uma vacina contra covid, detém na corrida para obter uma aprovação abrangente para a vacinação de crianças de menos de 12 anos em países ocidentais.

A BioNTech diz que espera apresentar seu dossiê regulatório sobre as crianças de 5 a 11 anos em setembro, e também delineia planos para pedir aprovação para crianças de seis meses a dois anos até o final do ano.

Tuereci também disse à Spiegel que as etapas finais de produção estão sendo ajustadas para envasar uma dose pediátrica menor de sua vacina Comirnaty, já estabelecida e usada atualmente em adultos e crianças de ao menos 12 anos.

Os dados brutos do teste estão sendo preparados agora para uma apresentação regulatória, e "as coisas estão indo bem, tudo está indo de acordo com o plano", disse o executivo-chefe Ugur Sahin à Spiegel.

A Moderna disse na quinta-feira, 9, que está em fase de testes de um imunizante para crianças entre 6 e 11 anos. A China está na frente na redução do limite de idade em sua campanha de imunização. As autoridades sanitárias do país aprovaram em junho o uso emergencial da vacina Sinovac em crianças de até três anos de idade.

O Chile, que dependeu muito da vacina Sinovac, aprovou este mês o uso da vacina em crianças acima de 6 anos de idade. O Ministério da Saúde de Israel disse em julho que crianças de até cinco anos de idade podem tomar a vacina da Pfizer-BioNTech se sofrerem de condições que as tornem particularmente vulneráveis à Covid-19.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também