Asteroide tem chance (pequena) de atingir a Terra, de acordo com a Nasa

2018VP1 não é considerado um “objeto potencialmente perigoso” devido ao seu tamanho: tem apenas 0,002 quilômetro de diâmetro
Asteroide: deve passar perto do planeta um dia antes da eleição presidencial dos Estados Unidos em 2 de novembro. (dottedhippo/Getty Images)
Asteroide: deve passar perto do planeta um dia antes da eleição presidencial dos Estados Unidos em 2 de novembro. (dottedhippo/Getty Images)
D
Da Redação

Publicado em 22/08/2020 às 19:54.

Última atualização em 23/08/2020 às 19:45.

Um asteroide que está em uma rota próxima à da Terra tem 0,41% de chance de atingir o planeta, de acordo com dados da Nasa. Reportagem do site Independent diz que o objeto celeste, conhecido como 2018VP1, deve passar perto do planeta um dia antes da eleição presidencial dos Estados Unidos em 2 de novembro.

A agência espacial disse que havia três impactos potenciais, mas, “com base em 21 observações que abrangem 12.968 dias”, não acredita que um impacto direto seja provável

2018VP1, que foi identificado pela primeira vez no Observatório Palomar, Califórnia, em 2018, não é considerado um “objeto potencialmente perigoso” devido ao seu tamanho. Tem apenas 0,002 quilômetros de diâmetro, de acordo com dados da Nasa.

Objetos potencialmente perigosos - geralmente asteróides ou cometas - são aqueles que têm uma órbita que os aproxima da Terra e são grandes o suficiente para causar danos significativos se atingirem o planeta.

No início desta semana, um asteróide passou perto do sul do Oceano Índico - o mais próximo da Terra que ele já chegou. Conhecido como asteróide 2020 GC, o objeto foi localizado pelo Zwicky Transient Facility, uma câmera robótica que faz a varredura do céu e é considerada aproximadamente do tamanho de um carro grande.