A página inicial está de cara nova Experimentar close button
Conheça o beta do novo site da Exame clicando neste botão.

Toy, disco perdido de David Bowie gravado em 2001, é lançado nesta sexta

Durante anos, uma disputa com a gravadora engavetou o projeto. Agora, ele é apresentado com direito a versão com takes alternativos e acústicos

Esta reportagem faz parte da newsletter EXAME Desperta. Assine gratuitamente e receba todas as manhãs um resumo dos assuntos que serão notícia.

Assim como outros artistas de sua geração, o britânico David Bowie, morto em 2016, também teve embates com as gravadoras que o acompanharam. "Toy", um álbum de 2001 sepultado após uma disputa com a Virgin, é um herdeiro desse tipo de briga e que será conhecido pelo público em seu formato original na sexta-feira, 26.

Em sua origem, o disco que já foi ouvido em versões demos, em 2011, surgiu como projeto a partir das versões de "Can't help thinking about me" (canção de 1966) que Bowie interpretou com seu grupo no fim dos anos 1990.

Com este grupo, formado por Mark Plati, Sterling Campbell e Earl Slick, Bowie alcançou um dos grandes momentos de sua carreira, com um show no festival de Glastonbury (Inglaterra) em 2000 que ficou gravado na memória.

O álbum também representa um momento importante na carreira de Bowie, pois durante a gravação em Nova York o cantor se reconciliou com o produtor Tony Visconti.

Ele havia parado de trabalhar com Visconti antes de "Let's Dance", seu grande sucesso de 1983, produzido por Nile Rodgers.

Um dia após o show triunfal em Glastonbury, Bowie entrou no estúdio com o grupo. Juntos retomaram canções gravadas entre 1964 e 1971.

Bowie desejava lançar o álbum imediatamente.

Agora, os herdeiros de Bowie apresentam "Toy" (Parlophone/Iso/Warner) em dois formatos. O primeiro, a versão original, nesta sexta-feira, dentro de "David Bowie 5. Brilliant Adventure (1992-2001)".

Em 7 de janeiro de 2022, na véspera do aniversário de Bowie, será lançado "Toy (Toy:Box)", outra versão do álbum perdido, desta vez com takes alternativos e acústicos.

(Com AFP)

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também